Galeria de Fãs: Betinho

BetinhoO sociólogo brasileiro Herbert José de Sousa, mais conhecido como Betinho, teve contato com o crime e a morte desde que nasceu, em 1935, por acompanhar o pai em seus trabalhos em penitenciárias e funerárias. Portador de hemofilia, mais tarde contraiu tuberculose na infância. Seu maior legado é a Ação da Cidadania contra a Miséria e Pela Vida, projeto responsável pelo Fome Zero.

A enfermeira Maria Luíza de Deus, a Dinha, visitava-o duas vezes por dia, pela manhã e à noite, para aplicar injeções. Encontrava Betinho atracado com o violão ou com os livros. Nesse período, ele aprendeu aeromodelismo, fez curso de radiotécnico por correspondência e tentou a escultura. Marcava o passar dos dias com riscos na parede, como os presidiários. A febre constante entre 37 e 38 graus e a falta de perspectivas de cura faziam toda a família já chorar sua provável morte.
As leituras para matar o tempo eram muitas e tinham duas fontes. Os livros baratos comprados por seu Henrique nos sebos iam de policiais de Agatha Christie às obras completas de Dostoiévski. (Revista Criativa, trecho do livro “Betinho: Sertanejo, Mineiro, Brasileiro” de autoria de Carla Rodrigues, da Ed. Planeta)

Anúncios

4 pensamentos sobre “Galeria de Fãs: Betinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s