Muito mais que isso

Miss Marple, duas intérpretesDefinitivamente não gosto do primeiro parágrafo que (atualmente) o Wikipedia apresenta como definição para Miss Marple:

Miss Jane Marple é uma detetive de ficção velhinha criada por Agatha Christie. Nunca atingiu o sucessso de Poirot, mas é a segunda personagem mais famosa da Dama do Crime. Fofoqueira e, aparentemente, muito atrapalhada, Miss Marple desvenda os mais intricados mistérios baseando-se apenas em mexericos e em lembranças de pessoas que conheceu em seus mais de setenta anos. Seu primeiro caso foi The Murder at the Vicarage (Assasinato na Casa do Pastor no Brasil ou Crime no Vicariato em Portugal) e o último, Sleeping Murder (Um Crime Adormecido no Brasil).

Escolha a pior expressão:

– detetive de ficção velhinha
– nunca atingiu o sucessso de Poirot
– fofoqueira e, aparentemente, muito atrapalhada
– baseando-se apenas em mexericos

O artigo se redime nos dois parágrafos seguintes:

No livro Nêmesis, Agatha Christie descreve de maneira bem peculiar sua personagem, dizendo ao leitor que não é Marple que procura crimes para desvendar, mas que o mal está sempre perto dela, o que não agrada a personagem, mostrando que não é ela que escolhe estar perto de tantos assassinos. Muitos leitores admiram a detetive criada por Agatha, muitas vezes pelo fato de ser somente uma senhora inglesa solteira com inteligênca descomunal.

A fragilidade e a idade avançada de Mis Marple fazem com que várias vezes seja subestimada pelos personagens dos romances que ela aparece, como no seu livro de estréia (Assasinato na Casa do Pastor) em que várias de suas observações e opiniões foram ignoradas pelo detetive encarregado do caso, má impressão essa que some no momento em que Marple desvenda o crime, o que o próprio detetive não conseguiu.

O quarto e último parágrafo contém spoiler, então é melhor não reproduzir aqui…

Anúncios

5 pensamentos sobre “Muito mais que isso

  1. Olá a todos!

    Adorei encontrar um espaço que fala de minha escritora preferida. É uma das mais belas homenagens que se poderia fazer a grande Agatha Christie!

    Quanto a descriçao da Wikipedia em relação a Miss Marple demonstra apenas o preconceito que ainda permanece dentro da litaratura policial. Infelizmente, Miss Marple carrega muitos dos estereótipos que os autores prefeririam dar a suas vítimas. Mas, convenhamos, ela fica muito melhor como a “detetive” que resolve os casos que os policiais não conseguem desvendar do que como uma simples… como é mesmo que eles a descreveram? ” …velhinha… fofoqueira e, aparentemente, muito atrapalhada…” !

    Sou fã de Miss Marple e sempre a considerarei tão boa quanto Poirot.

    Um abraço!

  2. Olá, Dominique. Seja bem-vinda. Fique tranquila, entrou apenas uma vez. Mas fique à vontade para comentar quantas vezes quiser. Vou lá visitar seu blog, ok ? Obrigado pela visita.

  3. Mas os termos “velhinha” e “atrapalhada” são utilizados pela Agatha para descrever a Miss Marple, bem como os cabelos brancos e olhos angelicais.
    Em sua autobiografia, ela comenta que preferia a Miss Marple ao Poirot, sem falar do Hastings que ela achava chato. Vou ver no livro e trago a citação para vocês.
    =^.^=

  4. Ah, eu também prefiro Miss Marple. Ela parece atrapalhada, isso desarma pessoas predispostas a opor-se a ela.

    O que mais me atrai nela, no entanto, é a descrença no ser humano. Como ela diz: “podemos esperar sempre pelo pior” e “a natureza humana sendo como é…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s