Igreja de Todos os Santos

A fonte em que Agatha Christie foi batizada

A fonte em que Agatha Christie foi batizada

Meu pai era homem de coração simples e cristão ortodoxo. Dizia suas orações todas as noites, e ia à igreja todos os domingos. Sua religião era prática e sem as inquietações de minha mãe, mas, se minha mãe gostava de elaborar seus sentimentos religiosos, ele não via por que discordar: meu pai, como já disse, era um homem muito agradável.
Acredito que se sentiu aliviado quando minha mãe regressou à Igreja da Inglaterra a tempo para que eu fosse batizada na igreja da paróquia. Fui chamada Mary, porque era o nome de minha avó; Clarissa, porque era o nome de minha mãe; e Agatha surgiu posteriormente, sugerido já a caminho da igreja por uma amiga de minha mãe, apenas porque o achava bonito. (Agatha Christie, Autobiografia, Círculo do Livro)

Agatha Christie nasceu em 15 de setembro de 1890 em uma casa chamada Ashfield na paróquia de Torre, a cerca de 20 minutos de caminhada da Igreja All Saints. Foi a mais jovem de três crianças, com uma irmã mais velha chamada Margaret (Madge) e um irmão, Monty, que era 10 anos mais velho do que ela. Seu pai era americano, sua mãe inglesa e seus nomes eram Frederick e Clara.

Quando Agatha nasceu seu pai doou uma grande soma de dinheiro para a Igreja All Saints para marcar seu nascimento e ela tornou-se membro fundador, e esta igreja sempre será associada a ela. Em 20 de outubro de 1980, quando ela tinha dois meses de idade, ela foi batizada nesta igreja na mesma fonte de mármore (pia batismal) utilizada até hoje.

Seu pai a levava à igreja todo domingo e sempre se sentavam na primeira fila. Toda semana, depois de dez minutos após ter começado o sermão, ele perguntaria “você quer sair agora?”, ao que ela sempre respondia “não”.

A Igreja auxiliou sua carreira de escritora de uma forma engraçada. Se ela estivesse escrevendo sobre bispos, padres ou assuntos eclesiásticos complexos ela poderia telefonar para o vigário de Torre em busca de conselhos. Ela podia ser vista com freqüência caminhando para um chá na casa do pastor em companhia de sua mãe.

Minhas próprias idéias a respeito de religião derivam principalmente da nursie, que era uma cristã afeiçoada à Bíblia. Não ia à igreja, mas lia a Bíblia em casa. Guardar o dia de sábado era-lhe muito importante, e ser apegado aos prazeres do mundo constituía grave ofensa aos olhos do Todo-Poderoso. Eu própria era insupor­tavelmente presunçosa em minha certeza de ser uma das almas que se “salvaria”. Recusava participar dos jogos aos domingos, ou cantar, ou tocar piano, e sentia terríveis temores quanto à salvação final de meu pai, que jogava croqué jovialmente nas tardes de domingo e contava piadas a respeito de padres — uma vez, até acerca de um bispo! (Agatha Christie, Autobiografia, Círculo do Livro)

Post relacionado
The Mysterious Affair at… All Saints ? publicado em 18 de maio de 2008.

Fonte: All Saints Torre in Torbay

Anúncios

3 pensamentos sobre “Igreja de Todos os Santos

  1. Gostaria de ser informada se existe alguma igreja ou paroquia de TODOS OS SANTOS no RJ/ BRASIL. Tenho muita necessidade em ir ate esta igreja, a fim de concretizar algo muito importante em minha vida.

    Atenciosamente ,
    Eliete Santos Oliveira

  2. Gostaria de ser informada se existe alguma igreja ou paroquia de TODOS OS SANTOS no RJ/ BRASIL. Tenho muita necessidade em ir ate esta igreja, a fim de concretizar algo muito importante em minha vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s