Incentivando a leitura

Mais um texto citando Agatha, desta vez de autoria de Rodrigo Capella para o jornal brasileiro Diário de Cuiabá, MT:

É comum ouvirmos reclamações sobre a baixa qualidade da educação brasileira e sobre o despreparo dos alunos para as próximas etapas da vida. A solução, no entanto, é simples e deve se apoiar, principalmente, no conceito de inclusão digital – ferramenta eficaz e que deve ser rapidamente ampliada. Além de treinar os estudantes de forma divertida e despertar a vontade deles em ingressar no mundo das letras, possibilita aos jovens o acesso a cenários virtuais e ajuda, juntamente com outras medidas, a suprir o déficit de educação, que, infelizmente, vem se consolidando pelo Brasil, de Norte a Sul, Leste a Oeste.

(…) Os alunos devem, então, desde os primeiros anos serem incentivados a ler pela Internet. Tudo é uma questão de hábito e dá certo! Se for bem cultivado, os resultados serão muito positivos e veremos, por exemplo, adolescentes colando os olhos na tela para degustar obras de autores como Machado de Assis, Cecília Meireles, Fernando Morais e Lima Barreto, mas também de gênios internacionais, como Agatha Christie e Sir. Arthur Conan Doyle.

Leia o artigo completo clicando aqui.