Os jovens e a leitura

Trecho de um post do blog de Sérgio da Costa Ramos, dentro do Diário Catarinense:

Atrair um jovem para a leitura é um exercício de paciência. E de sagacidade. O primeiro passo é ler para eles textos curtos e interessantes. Usar como chamariz o texto bem humorado da crônica, que é uma literatura “sem gravata”. Ou até um capítulo de ação num clássico como Crime e Castigo. Há períodos em que Dostoievski parece perseguir um roteiro de novela de suspense — logo no começo, quando o estudante Raskolnikof mata Alena Ivanovna, a velha usurária. E um policial de Agatha Christie, como Morte no Nilo, é sempre um atraente roteiro cinematográfico.

Quem se animaria a atualizar suas leituras em dias de sol e céu azul, como os que este outono de abril nos presenteia?

É difícil, bem sei. Mas, cedo ou tarde, a juventude do mundo cyber descobrirá o significado daquela profecia de Sir Francis Bacon (que não é um sanduíche, mas o filósofo inglês), segundo a qual “Informação é Poder”.

Logo, por silogismo, “Ler é Poder”.

Leia o post completo clicando aqui.

Anúncios

Um pensamento sobre “Os jovens e a leitura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s