Agatha entre as influências de P. D. James

P. D. James

P. D. James

“Escrever é um mistério que não quero desvendar” é o saboroso título de uma matéria publicada no site da revista Época com P. D. James, e o subtítulo é melhor ainda: “A escritora inglesa P. D. James conta por que lutou para transformar a literatura policial em grande arte – e conseguiu.”. Um trecho da (ótima) entrevista que cita Agatha:

ÉPOCA – Quais são os que mais a influenciaram?

P.D. James – São muitos, mas os principais são Wilkie Collins em Pedra da Lua, as histórias de Sherlock Holmes de Conan Doyle, os romances de Agatha Christie e sobretudo Dorothy L. Sayers, que me ensinou que o mais importante em um escritor de mistério é manter o interesse do leitor e investigar o que motivou um crime e o que se passa dentro da mente de um assassino, toda a complexidade de um crime.

Leia a entrevista completa clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s