Agenda de TV

Filmes adaptados da obra de Agatha Christie programados pelos canais brasileiros para setembro de 2010.

As informações foram fornecidas pelos canais e podem sofrer alteração. Consulte o site oficial da HBO, HBO Plus, Cinemax , Maxprime e Telecine para confirmar a programação. O horário é o de Brasília.

Consulte sempre a programação.

 

Dia Hora Canal Título
01/11 02h45 HBO Miss Marple: O Cavalo Amarelo
01/11 22h00 Film&Arts Poirot: Episódio não informado
02/11 06h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
02/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
07/11 00h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
07/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
08/11 22h00 Film&Arts Poirot: Episódio não informado
09/11 06h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
09/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
14/11 00h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
14/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
15/11 22h00 Film&Arts Poirot: Episódio não informado
16/11 06h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
16/11 08h45 HBO Plus Miss Marple: O Segredo de Chimneys
16/11 11h45 HBO Plus e* Miss Marple: O Segredo de Chimneys
16/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
21/11 00h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
21/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
22/11 22h00 Film&Arts Poirot: Episódio não informado
23/11 06h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
23/11 11h45 HBO Plus Miss Marple: O Segredo de Chimneys
23/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
23/11 14h45 HBO Plus e* Miss Marple: O Segredo de Chimneys
27/11 08h15 HBO Plus Miss Marple: O Segredo de Chimneys
27/11 11h15 HBO Plus e* Miss Marple: O Segredo de Chimneys
28/11 00h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
28/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
29/11 22h00 Film&Arts Poirot: Episódio não divulgado
30/11 06h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana
30/11 14h00 Film&Arts Poirot: Reprise do episódio da semana

Caso saiba de outros filmes ou episódios programados para este mês, por favor, avise-nos nos comentários ou pelo email acasatorta@gmail.com .

4.50 from Paddington / What Mrs. McGillicuddy Saw/ Murder She Said / A Testemunha Ocular do Crime

Agatha Christie em 1957, aos 67 anos

Fui passar um fim de semana com Rosalind, no País de Gales, e voltei a Londres num trem tardio, domingo à noite. Era um desses trens que tivemos que agüentar durante a guerra, frios como geladeiras, e, claro, quando chegávamos à estação de Paddington, não existiam quaisquer meios de locomoção. Tomei outro trem algo complicado, que, finalmente, me deixou numa estação de Hamp­stead, não muito distante do Lawn Road Flats, e da estação fui a pé para casa, carregando alguns peixes defumados e minha mala. [Agatha Christie, Autobiografia, trad. Maria Helena Trigueiros. São Paulo: Círculo do Livro, 1989]

Agatha Christie gostava muito de trens, tanto que mais de uma vez cometeu assassinatos dentro deles ou usou a tabela de horários, estações e baldeações em suas histórias. A associação entre Agatha Christie e trens é tão forte que até o grupo humorístico Monty Python criou um sketch para o tema [v. final do post].

Em Testemunha Ocular do Crime, Mrs. Elspeth McGillicuddy apanha o trem das 4:54 na estação de Paddington, em Londres, rumo a Milchester. Durante parte do percurso, seu trem corre paralelo a um outro comboio e Mrs. McGillicuddy olha pela janela a tempo de testemunhar uma mulher sendo estrangulada por um homem. Abalada, ela chega à casa de sua amiga e conta-lhe tudo. A amiga é Miss Jane Marple.

Miss Marple já está com mais de oitenta anos, reumática, proibida de jardinar – o que a deixa de mal-humor – mas a mente continua afiada. Depois de informar à polícia, que não encontra nenhum cadáver, Miss Marple passa a estudar as possibilidades. O corpo só pode ter sido jogado do trem e há apenas um ponto da ferrovia em que isso poderia ser feito: os terrenos de Rutherford Hall, a propriedade da família Crackenthorpe.

Para ajudá-la a procurar o cadáver, Miss Marple contrata uma ajudante, a maravilhosa Lucy Eyelesbarrow. Lucy tem mestrado em Matemática obtido em Oxford, mas seu espírito prático a fez perceber que uma boa empregada doméstica é mais valiosa e ganha muito mais do que uma acadêmica. Miss Marple a convence a empregar-se em Rutherford Hall e proceder às investigações sob sua orientação.

Continuar lendo

Citando Agatha – Semana de 18 a 24.10.2010

Este post pertence à nossa série – publicada sempre às terças – de posts que abrangem um resumo (de alguns) dos blogs que citaram Agatha Christie durante a semana anterior, a fim de registrar, periodicamente, parte desta enormidade de sites que falam, por um motivo ou por outro, sobre a Dama do Crime, e também como forma de homenagear e prestigiar os blogueiros que tratam do tema ou citam Agatha em suas memórias de todos os tempos. Neste post, citações de blogs em português de 18 a 24.10.2010.

22.10.2010
Blog: Caminhos de uma garota fora de órbita
Post: Livro – Coleção Agatha Christie

Considerada a “Rainha do Crime”, Agatha Christie aliou uma imaginação brilhante à sua grande habilidade como narradora, para conquistar gerações de público para suas histórias de mistério e suspense. Seus livros já venderam mais de 2 bilhões de exemplares.

23.10.2010
Blog: Planeta Márcia
Post: Em Novembro na ASA: “Os Cadernos Secretos de Agatha Christie” – John Curran desvenda os grandes segredos da Rainha do Crime

“Um livro indispensável para todos os fãs de Agatha Christie.” John Curran desvenda os grandes segredos da Rainha do Crime. Inclui duas histórias inéditas: “O Incidente da Bola do Cão” e “A Captura de Cérbero”.

Citando Agatha – Semana de 11 a 17.10.2010

Este post pertence à nossa série – publicada sempre às terças – de posts que abrangem um resumo (de alguns) dos blogs que citaram Agatha Christie durante a semana anterior, a fim de registrar, periodicamente, parte desta enormidade de sites que falam, por um motivo ou por outro, sobre a Dama do Crime, e também como forma de homenagear e prestigiar os blogueiros que tratam do tema ou citam Agatha em suas memórias de todos os tempos. Neste post, citações de blogs em português de 11 a 17.10.2010.

14.10.2010
Blog: Dri Everywhere
Post: The Mousetrap – Agatha Christie

A peca de teatro The Mousetrap nao eh das mais conhecidas, nem das mais populares de Londres. Nao foi copiada na Broadway nem transformada em musical do Cirque du Soleil em Las Vegas – mas no entanto eh a peca de teatro que bate todos os recordes do mundo como a peca (em cartaz) mais antiga do mundo!

Sao 58 anos de temporadas inenterruptas, sempre no mesmo teatro St Martin pertinho de Convent Garden em Londres! Mesmo quando o teatro passou por uma reforma ha umas decadas atras, a obra acabou demorando bem mais que o normal, pois o planjamento de restauracao da casa foi toda feita de maneira que nao interrompesse as apresentacoes da peca.

O enredo eh uma classica historia de crime e misterio de Agatha Christie, considerada pelos experts em teatro, uma das melhores jamais escrita! (…)

RJ: Feira de Livros Usados em outubro de 2010

Passei no Largo do Machado neste fim de semana e pude ver que já há barraquinhas sendo montadas (embora em menos quantidade que o habitual…): portanto, a feira de livros usados do Rio de Janeiro — tradicional na cidade e funcionando sempre de forma itinerante — pelo menos neste final de mês de outubro de 2010 está na praça onde desemboca o metrô Largo do Machado. Como sempre, milhares de livros em promoção. Para os fãs de Agatha, muitas barracas com livros que variam entre 5 e 10 reais, incluindo edições do Círculo do Livro em ótimo estado de conservação.

Mantenha-se informado sobre os rumos da Feira de Livros do Rio de Janeiro visitando o post mais recente deste link:

https://acasatorta.wordpress.com/?s=%22feira+de+livros%22

Agatha Christie no livro dos recordes 2011

As fotos (de celular, sorry) foram tiradas de algumas das páginas do…

Guinness World Records 2011 – Livro dos Recordes

Para quem gosta de recordes e marcas históricas (ou bizarras) é um prato cheio, recomendo.

The Mirror Crack’d from Side to Side / A Maldição do Espelho

Daiquiri

Encha uma coqueteleira com cubos de gelo, adicione duas doses de rum Bacardi [branco], uma colher de sopa de açúcar e o suco de um limão. Agite bem. Coe e despeje sobre gelo raspado ou triturado num copo curto [o de martini serve], que deverá ter sido deixado gelando meia hora antes.

Existem variações feitas com o rum escuro, com licor no lugar do açúcar ou com frutas – morango, maracujá, banana – mas não se recomenda adicionar remédios, drogas ou venenos. Os efeitos colaterais dessa mistura são indesejáveis.

 

 

Marina Gregg: Elizabeth Taylor (1980), Claire Bloom (1992) e Lindsay Duncan (2010)

 

“Fora a teia se abria e esvoaçava;
O espelho quebrou de lado a lado:
‘A maldição se abateu sobre mim’,
gritou a Lady de Shalott.”

Agatha Christie foi educada em casa pela própria mãe, uma mulher que seguia as tendências da época, mas sempre teve contato com os clássicos [Charles Dickens era um de seus autores favoritos]. Além do poema A Lady de Shalott de Alfred Tennyson, que abre o post, a autora faz referência a outras obras culturais e personagens históricos neste livro, como Maria Rainha dos Escoceses, Elizabeth Imperatriz da Áustria, um quadro do pintor renascentista Giacomo Bellini.

O primeiro livro estrelado por Miss Jane Marple foi Assassinato na Casa do Pastor [1930]. Miss Marple já era, então, uma solteirona de cabelos brancos e faces rosadas que entretinha-se tricotando, cuidando do jardim e observando pássaros: passatempos muito úteis para bisbilhotar a vida no povoado de St. Mary Mead onde morava. Seu método de investigação é parecido com o de Hercule Poirot – ouvir e observar – mas ela acrescenta a experiência de vida na solução dos casos.

Miss Marple não poderia ser uma detetive amadora jovem ou mesmo de meia-idade. Seu conhecimento acumulado da natureza humana é que permite estabelecer paralelos entre as espécies de pessoas e os tipos de comportamento e crimes que são propensas a cometer. Segundo ela,  as pessoas tendem a seguir um padrão.

Continuar lendo