Agatha Christie em artigos acadêmicos [4]

Artigo acadêmico apresentado na XVI Semana de Humanidades do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Grupo de Trabalho 29 [“A crítica literária pós-estruturalista”], em 2008.


As Imagens da Morte em Agatha Christie, Oscar Wilde e Edgar Allan Poe – Luciana de Freitas Bernardo

Reesumo:
“O espelho é um objeto que sempre esteve carregado de diferentes simbologias, comumente ligadas ao auto-conhecimento e à verdade, devido ao fato de mostrar, a quem se olha nele, uma imagem tão próxima da real quanto possível. Por outro lado, o espelho também é associado ao misticismo e ao sobrenatural, pela “mágica” de conseguir duplicar aquele que olha através dele. Esse caráter ambíguo torna o espelho um elemento fantástico por excelência e de recorrência comum nos textos deste gênero, além de ponto alto de interesse para nossa discussão. Pretendemos, neste trabalho, analisar os textos In a Glass Darkly de Christie, The Oval Portrait de Poe e The Picture of Dorian Gray de Wilde a partir de uma metodologia comparativa, e, a seguir discutir as relações entre eles apontando as similaridades e diferenças no tratamento do espelho como objeto que introduz o sobrenatural e a morte nas tramas tomando como base as discussões de Barthes, Santaella, Aumont e Eco sobre as imagens.”

Esse artigo encontra-se disponível online [PDF] no site da instituição através deste link.

Anúncios

Citando Agatha – Semana de 20 a 26.06.2011

Este post pertence à nossa série – publicada sempre às terças – de posts que abrangem um resumo (de alguns) dos blogs que citaram Agatha Christie durante a semana anterior, a fim de registrar, periodicamente, parte desta enormidade de sites que falam, por um motivo ou por outro, sobre a Dama do Crime, e também como forma de homenagear e prestigiar os blogueiros que tratam do tema ou citam Agatha em suas memórias de todos os tempos. Neste post, citações de blogs em português de 20 a 26.06.2011.

20.06.2011
Blog: Leitor Cabuloso
Post: Lançamento: “Um Pressentimento Funesto” da Agatha Christie

Agatha Christie é, e sempre será, a Rainha do Crime. Soberana dos romances policiais, vendeu bilhões de livros pelo mundo e foi traduzida para 45 línguas, sendo ultrapassada em vendas somente pela Bíblia e por Shakespeare.

Margaret Tyzack: Falecimento

Margaret Tyzack

Margaret Tyzack

Margaret Tyzack, atriz que viveu, na década de 80, a personagem Clothilde Bradbury-Scott em uma adaptação de “Nemesis”, livro de Agatha Christie (com Miss Marple como detetive) feito para TV, faleceu nesta segunda-feira [27.06.2011] aos 70 anos:

http://cinemagia.wordpress.com/2011/06/27/margaret-tyzack-1931-2011/

Ficha da atriz no IMDB:

http://www.imdb.com/name/nm0879239/

Adaptações televisivas de cinco romances policiais de Agatha Christie podem estar a caminho

David Suchet, 22/6/11

Imagem: BBC

O ator David Suchet, famoso por interpretar o detetive belga Hercule Poirot, foi agraciado com a medalha de Commander of the Order of the British Empire [CBE], que recebeu em 22/6 das mãos do Príncipe Charles.

“Conhecido por sua atuação como o bigodudo detetive belga Hercule Poirot, Suchet foi homenageado por sua contribuição ao teatro e recebeu o prêmio das mãos do Príncipe Charles no Palácio de Buckingham.

O astro disse: “Tenho tido uma carreira fantástica. Embora eu seja lembrado por Poirot eu nunca fui escalado para fazer sempre o mesmo papel. Eu sou raramente eu mesmo. Sou um ator que representa tipos diferentes e essa é a alegria e o desafio.”

Ele acrescentou que esperava realizar o sonho de uma vida inteira ao filmar os romances de Poirot de Agatha Christie que faltam. “Fiz todos exceto cinco das histórias. Meu sonho de vida seria lançar o box de todos os livros que ela escreveu,” disse.

“Pode acontecer. A luz verde está piscando e estou no aguardo para que se acenda de vez. Pode acontecer no próximo outono.”

Outros inúmeros papeis de Suchet incluem atuações como o Cardeal Wolsey no Henrique 8º da ITV e Robert Maxwell numa dramatização televisa de seu ocaso. Ele também está na série Oppenheimer.

Suchet foi nomeado para os prêmios Olivier e Tony pelo seu trabalho de palco, particularmente por sua interpretação de Antonio Salieri no Amadeus de Peter Shaffer.” [Tradução livre de reportagem do Telegraph.]

David Suchet como filho Robert, esposa Sheila e fiha Katherine

Imagem: The Daily Telegraph

Outro homenagenado, Jonathan Sands, declarou: “Depois que ele [Príncipe Charles] me presenteou o prêmio eu fui para a minha cadeira assistir ao resto da cerimônia e sentei ao lado de um homem que achei que conhecia de algum lugar. Era David Suchet – o ator de Hercule Poirot – e ele foi um homem adorável de conversar.” [Trad. livre Ripon Gazette]

Poirot meets the Prince


Link http://www.youtube.com/watch?v=EZ_bhP58j2Y

Agatha Christie em artigos acadêmicos [3]

Artigo acadêmico apresentado no 1º Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários / 4º Colóquio de Estudos Linguísticos e Literários ocorrido na Universidade Estadual de Maringá/PR [UEM], Departamento de Letras / Centro de Ciências Humanas – Letras e Artes / Programa de Pós-Graduação em Letras,  em 2010.

O discurso autobiográfico de Agatha Christie – Caroline Wilt Araújo e Fábio Augusto Steyer

Reesumo:
” Este trabalho é parte de um projeto de pesquisa e extensão que pretende, entre outros estudos, analisar as marcas de Agatha Christie.
Quando pensamos em mulheres que conseguiram conquistar o espaço da literatura policial, com toda certeza nos vem em mente o nome da incrível Rainha do Crime, Agatha Christie. Ela ficou conhecida mundialmente por sua perspicácia e genialidade na criação de livros com alto nível de mistério, tramas intrigantes que levam os leitores, desde os mais jovens até os seguidores fanáticos, a cogitar inúmeras possibilidades para desvendar os tão bem elaborados crimes de seus romances.
Ela, mais do que qualquer outra mulher, ganhou muito dinheiro com o crime. Seus editores perderam as contas da vendagem de seus livros, tamanho foi seu sucesso. Além das obras publicadas com o sobrenome usual Christie, produziu ainda peças com o pseudônimo de Mary Westmacott, além de escrever narrativas sobre suas inúmeras viagens com o nome de casada, Agatha Christie Mallowan”

Esse artigo encontra-se disponível online [PDF] no site da instituição através deste link.

Citando Agatha – Semana de 13 a 19.06.2011

Este post pertence à nossa série – publicada sempre às terças – de posts que abrangem um resumo (de alguns) dos blogs que citaram Agatha Christie durante a semana anterior, a fim de registrar, periodicamente, parte desta enormidade de sites que falam, por um motivo ou por outro, sobre a Dama do Crime, e também como forma de homenagear e prestigiar os blogueiros que tratam do tema ou citam Agatha em suas memórias de todos os tempos. Neste post, citações de blogs em português de 13 a 19.06.2011.

17.06.2011
Blog: Déjà Lu
Post: Agatha Christie Volta a Atacar

Desde que tomei conhecimento de que Agatha Christie era especialista em venenos por ter trabalhado num hospital durante a Primeira Guerra Mundial, passei a olhar com renovado respeito para aquela velhinha de ar inocente e simpático.

16.06.2011
Blog: Abstraia-se
Post: #(RE)lançamento: Um pressentimento funesto – Agatha Christie

Hoje vim falar pra vocês sobre mais um livro que a L&PM está lançando da nossa querida Agatha Christie. Então se esse era um dos que faltava para a sua coleção, não precisa mais esperar, pois a L&PM acaba de lançar “UM PRESSENTIMENTO FUNESTO”. Este livro tem o título original como “By the pricking of my thumbs” e foi escrito em 1968. Têm como protagonistas os detetives Tommy e Tuppence e provavelmente aquele ritmo alucinante de todas as histórias de Agatha.

15.06.2011
Blog: Literatos
Post: Agatha Christie – Testemunha da Acusação e Outras Peças

Agatha Christie escreveu a obra mais encenada da história do teatro britânico. Em Testemunha da acusação & outras peças, a Rainha do crime apresenta quatro grandes textos da dramaturgia: “Testemunha da acusação”, “A hora H”, “Veredicto” e “Retorno ao assassinato”. Na peça que dá nome à coletânea, Agatha Christie cria uma emocionante trama de tribunal: Leonard Vole é acusado de assassinar uma mulher mais velha, de quem era o único beneficiário no testamento.

17.06.2011
Blog: Hypervoid
Post: O Misterioso Caso de Styles

Romance de estréia de Agatha Christie, Styles foi escrito como resultado de uma aposta que a autora fez com sua irmã, que duvidou que ela fosse capaz de escrever uma história policial. Poucas vezes uma dúvida foi tão bem descartada.

Portugal: Exposição Agatha Christie e as Plantas

Uma exposição denominada “De St. Mary Mead ao Cairo – Agatha Christie e as Plantas” está à disposição do público em Beja (cidade portuguesa, capital do Distrito de Beja, na região Baixo Alentejo, Portugal), desde 15.06.2011:

O Museu Botânico do Instituto Politécnico de Beja apresenta imagens e objectos (sementes, frutos, folhas) que evocam as plantas utilizadas por Agatha Christie — como veneno (cianeto, estricnina, atropina, etc.) ou apenas plantas típicas dos ambientes onde decorreram as acções dos romances (palmeira-tamareira, palmeira-de-Tebas, fidalguinhos).

Em junho e julho de 2011, o Museu Botânico fica aberto às quartas e quintas-feiras de 9h às 12:30h e das 14h às 17h. Visitas poderão ser marcadas, em outros horários, através dos e-mails:

museu@ipbeja.pt
p.nozes@ipbeja.pt