Assassinato no Expresso do Oriente 2017: Mais notícias

Uma matéria do site da revista Marie Claire que fala sobre os 58 anos de Michelle Pfeiffer cita a nova adaptação de “Assassinato no Expresso do Oriente”, que estreia em novembro de 2017 nos cinemas:

Entre os seus próximos projetos estão um filme da HBO, “The Wizard of Lies”, o drama “Mother!”, de Aronofsky, onde dividirá cena com Jennifer Lawrence, além da adaptação cinematográfica do livro “Assassinato no Expresso Oriente”, de Agatha Christie, que terá Johnny Depp e Penelope Cruz no elenco. “Estou mais aberta agora, em um estado de espírito melhor, porque realmente quero e posso trabalhar”, acrescentou.

Leia mais clicando aqui.

Vale lembrar que desde 2013 a 20th Century Fox está a cargo da nova versão, que tem Ridley Scott, Mark Gordon e Simon Kinberg como produtores. No elenco até agora confirmado, Johnny Depp, Judi Dench, Daisy Ridley, Josh Gad, Penélope Cruz, Michelle Pfeiffer, Olivia Colman, Willem Dafoe, Lucy Boynton e o diretor Kenneth Branagh, que fará Hercule Poirot.

cinemagia.wordpress.com

A versão de 1974 venceu o Oscar na categoria de melhor atriz coadjuvante (Ingrid Bergman), além de ser indicado nas categorias de melhor ator (Albert Finney), melhor roteiro adaptado, melhor fotografia, melhor figurino e melhor trilha sonora – drama. Ganhou também três prêmios no BAFTA, nas categorias de melhor ator coadjuvante (John Gielgud), melhor atriz coadjuvante (Ingrid Bergman) e melhor trilha sonora. Recebeu ainda outras sete indicações, nas categorias de melhor filme, melhor Diretor, melhor ator (Albert Finney), melhor direção de arte, melhor fotografia, melhor edição e melhor figurino.

Anúncios

O Caso dos Dez Negrinhos: Mais uma adaptação

Me parecia que estava escrito em holandês… Mas parece que o site é belga… e Serskamp é mesmo uma localidade belga. Acho que só Poirot, nosso belga mais querido, para decifrar efetivamente esse mistério, ou algum leitor do A Casa Torta que seja poliglota… Seja como for, o cartaz é bem bonito:

Dit jaar pakt WAT? (Wichels Atelier voor Toneel) uit met een klassieker van formaat, geschreven door dé misdaadauteur bij uitstek, Agatha Christie. “And then there were none” vertelt het verhaal van tien mensen die in de jaren ’60 van de vorige eeuw op mysterieuze wijze op een eiland voor de Zuid-Engelse kust worden uitgenodigd.

cinemagia.wordpress.com

Hoewel ze allen onbekenden zijn voor elkaar, kijken ze uit naar een aangenaam verblijf op “Soldier Island”. Achtervolgd door een wreed kinderrijmpje vallen ze als vliegen. Wie is schuldig? Of zijn ze dat allemaal?

“And then there were none” wordt wereldwijd beschouwd als Agatha Christies meesterwerk. Bij verschijnen sloeg het in als een bom. De onnavolgbaar ingenieuze plot liet critici en publiek met verstomming achter.