Os Crimes ABC: Natal de 2018 com Poirot

De acordo com o site Literatura Policial, a BBC One confirmou que a série Os Crimes ABC, adaptação de Agatha Christie, vai ser transmitida no Natal de 2018 na Inglaterra:

A história, ambientada na década de 1930, trará John Malkovich como o detetive Hercule Poirot. Ele receberá uma carta o desafiando a solucionar um crime que ainda irá acontecer e, ao investigar a origem da carta, assassinatos começam a acontecer.

Leia mais clicando aqui.

The NY Times: Mistério da Felicidade no Casamento

“Agatha Christie Soluciona o Mistério da Felicidade no Casamento” foi a manchete no The New York Times para o quadrinho de Edward Sorel, que resume fatos da vida da escritora. Fonte: Facebook.

Janet Morgan: O eterno mistério do sumiço de Agatha Christie

O site da revista Isto É fala sobre “Agatha Christie – Uma Biografia”, de Janet Morgan, da editora BestSeller:

É raro decifrar o segredo de um gênio. Para explicá-lo, especialistas revolvem as origens familiares e a formação do indivíduo especial. No caso da escritora inglesa Agatha Christie (1890-1976), nada parece indicar que se tornaria a senhora do romance de detetive e a maior vendedora de livros da história, ao lado do dramaturgo William Shakespeare. Agatha, como Shakespeare vendeu 2 bilhões de exemplares desde que publicou o primeiro romance policial, “O Misterioso Caso de Styles”, em 1920, protagonizado por seu herói mais célebre, o detetive Hercule Poirot, com sua cabeça de ovo, bigodes encerados e alta capacidade cognitiva. A criadora de mistérios saborosos não passava de uma dona de casa conservadora amante da vida serena, especialmente da jardinagem e da gastronomia. Descobrir de onde ela tirou a imaginação a um só tempo macabra, complexa e irônica, é a meta do livro “Agatha Christie – Uma Biografia”, de Janet Morgan, lançamento da editora BestSeller.

(…) Trata-se de um título clássico, publicado em 1986 e só agora no Brasil. A escritora Janet Morgan trabalha em gestão de novas tecnologias na Escócia. Em meados dos anos 1980, foi convidada pelos herdeiros de Agatha para escrever uma “biografia autorizada”: teve acesso exclusivo aos documentos pessoais da escritora e de seu segundo marido, o arqueólogo Max Mallowan. Ao mesmo tempo, Morgan foi persuadida a abordar a biografada de forma gentil. Mas o fator politicamente correto não a impediu de avançar sobre um dos enigmas dentro do enigma que foi Agatha Christie: por que e como ela desapareceu entre 3 e 13 de dezembro de 1926, quando já era celebridade, causando um dos casos mais ruidosos cobertos pela imprensa da época. Agatha nunca se pronunciou sobre o assunto.

Leia mais clicando aqui.