O Cavalo Amarelo: Adaptação para a TV

Segundo a Variety, em notícia publicada pelo site CinePop, ‘O Cavalo Amarelo’, romance de Agatha Christie lançado em 1961, será adaptado para a televisão:

A confirmação foi feita pela emissora BBC, que irá produzir a minissérie divida em duas partes ao lado da Amazon Prime Video.

O drama, um dos últimos lançados pela dama do crime antes de sua morte, gira em torno de uma lista de nomes encontrado no sapato de uma cadáver. Um dos listados começa a investigar o porquê daquilo e é levado até O Cavalo Amarelo, lar de um suposto trio de bruxas que reside num pequeno vilarejo.

Sarah Phelps (‘…E Não Sobrou Nenhum’) ficará responsável pelo roteiro.

Leia mais clicando aqui.

Anúncios

Sylvia Miles (1924-2019), de Assassinato Num Dia de Sol

A atriz Sylvia Miles, do elenco de “Assassinato Num Dia de Sol” (1982), faleceu em 12.06.2019.

Veja no blog Cinema é Magia:
Sylvia Miles (1924-2019)

Leia sobre o filme (com Peter Ustinov como Poirot) clicando aqui.

Mais sobre o filme e outras fotos em
https://lecinemadreams.blogspot.com/2012/09/evil-under-sun-1982.html

Sylvia Miles como Myra Gardener

Miss Marple: Filmagens das obras em breve

De acordo com o site Observatório de Cinema, a produtora da série “Big Little Lies”, Bruna Papandrea, vai produzir uma série baseada em livros de Miss Marple:

Segundo o site The Hollywood Reporter [em 06.03.2019], a produtora de Bruna, Made Up Stories, vai se unir a Agatha Christie Ltd para desenvolver o projeto.

A série será totalmente inspirada nos doze livros de Christie e nos 20 contos baseados em Miss Marple , uma senhora perspicaz cuja mente brilhante é sua grande chave para resolver todos os tipos de crimes.

Vale lembrar que Miss Marple já ganhou uma série de filmes na BBC e A&E nos anos 80 e 90, além de uma minissérie na ITV.

A notícia foi encontrada aqui.

Os Crimes ABC: O deslocamento da adaptação recente

Um artigo do jornal Zero Hora de 29.03.2019 retorna à adaptação para a TV que a roteirista Sarah Phelps fez para “Os Crimes ABC’ (“ABC Murders”) exibido no ano passado pela BBC One. O título da matéria está escrito errado (“ascenção à direta”, talvez corrijam em breve), mas conta que a roteirista deslocou a trama temporalmente, de 1936 para 1933, ano em que Hitler, já líder do partido nazista, é nomeado chanceler na Alemanha e em que, no Reino Unido, e o fascismo também ganha expressão:

Gabassi conta que esse deslocamento foi feito para espelhar o contexto político atual.

Ele cita o Brexit, as manifestações de xenofobia na Europa e a atuação de políticos que considera de extrema-direita.

(…) Por causa de um limite de duração da série colocado pela BBC, a adaptação também condensa a história do livro, cortando situações e personagens. Arthur Hastings, fiel escudeiro de Poirot, por exemplo, não aparece na série. No livro, que combina narrativas em primeira e terceira pessoa, é ele o narrador.

Leia o artigo completo clicando aqui.

Albert Finney (1936-2019): Faleceu Poirot

Albert Finney

Albert Finney

De acordo com o portal G1, o ator britânico Albert Finney, cinco vezes indicado ao Oscar, morreu aos 82 anos, segundo a agência Associated Press. Entre outros grandes filmes, Finney foi o Hercule Poirot da primeira versão de “Assassinato no Expresso do Oriente (1974):

A família do ator disse que ele “morreu pacificamente depois de uma doença curta com os mais próximos ao seu lado”. Em 2011, Finney revelou que havia sido diagnosticado com câncer renal. Detalhes sobre a causa da morte não foram divulgados.

Mais informações no Cinema é Magia, clicando aqui.

Post de dezembro de 2008:
[Filme] Murder on the Orient Express

Morte no Nilo: Nos cinemas, somente em 2020

Armie Hammer

Armie Hammer

“Death On The Nile” só acontece, na sequência cronológica das obras lançadas por Agatha, 8 livros depois de “Assassinato no Expresso do Oriente”, mas a já propagandeada nova adaptação cinematográfica será lançada como “sequência” do filme de Kenneth Branagh, como conta o site TrecoBox:

“Morte no Nilo”, também adaptado da obra de Agatha Christie, continua a seguir o detetive Hercule Poirot (Kenneth Branagh), que dessa vez investiga o assassinato da jovem Linnet Ridgeway. Casada com o ex-noivo de sua melhor amiga, ela embarca de Lua de Mel em um cruzeiro para o Nilo, onde é assassinada.

Com Gal Gadot (“Mulher-Maravilha”), Armie Hammer (“Me Chame Pelo Seu Nome”) e Tom Bateman no elenco, o filme acaba de confirmar a participação da atriz Jodie Comer, de “Killing Eve”.

Adiada já uma vez, o filme conta com a direção do próprio Branagh e tem estreia prevista para algum momento de 2020.

Vale lembrar que a obra já foi adaptada, com bastante sucesso, em 1978. Segundo informações do site Vital Thrills, a Fox mudou a data de estreia de Morte no Nilo para 02 de outubro de 2020.

Leia também a resenha de “Assassinato no Expresso do Oriente” clicando aqui.

Leia também:
Morte No Nilo | Fox altera a estreia do filme para 2020