Lady Lucy Lê

E-mail de contato: acasatorta@gmail.com

Há pelo menos sete anos renovo uma “resolução de ano-novo”, a cada virada da folhinha: completar minha coleção de Agatha Christie, que comecei a ler aos 12 anos.

A história era Três Ratos Cegos e fazia parte de um volume de contos de diversos autores que a revista Seleções do Reader’s Digest presenteou ao meu avô pela renovação da assinatura. Minha coleção pessoal começou na parte final da década de 80, quando a Editora Record lançou a coleção em papel jornal, vendida em bancas de revista.

Este blogue foi criado, em parte, para servir de estímulo ao cumprimento da resolução ao mesmo tempo em que mantenho um registro dos livros que já li, a fim de não comprar repetido.

Graças ao entusiasmo do jovem Tommy Beresford, me senti incentivada a também reler a parte da coleção que já tenho. Isto acabou por provocar um efeito colateral, que foi o de descobrir detalhes e referências que não percebi há 5, 10, 15, 20 anos quando os li pela primeira vez.

É isso o que talvez explique o interesse que Agatha Christie provoca até hoje entre os leitores, todos os filmes e reencenações de peças, adaptações para novas mídias, discussões e notícias. É material para muitos e muitos posts.

Entretanto, eu não sou metódica como M. Poirot e a minha seqüência de leitura é aleatória…

Janeiro de 2008
Li: A casa do penhasco
Morte nas nuvens
Agatha Christie, Woman of mistery
Os primeiros casos de Poirot
Aventura em Bagdá

Fevereiro de 2008
Li: Uma dose mortal
Um corpo na biblioteca
O misterioso Sr. Quin
O detetive Parker Pyne

Março de 2008
Li: O Cadáver Atrás do Biombo e O Misterioso Caso de Styles
O Inimigo Secreto
Assassinato no Campo de Golfe
O Homem do Terno Marrom
Poirot Investiga

Abril de 2008
Li: O Segredo de Chimneys
O Assassinato de Roger Ackroyd
Os Quatro Grandes
O Mistério do Trem Azul
Autobiografia

Maio de 2008
Sócios no crime

Julho de 2008
Li: O mistério dos sete relógios
Assassinato na casa do pastor

Agosto de 2008
Li: O Mistério de Sittaford
Treze à mesa
Os treze problemas
Assassinato no Expresso do Oriente
Estou lendo: O Mistério de Listerdale

 

Anúncios

123 pensamentos sobre “Lady Lucy Lê

  1. Fico feliz de ter encontrado um site tão interessante e cheio de conteúdo quanto este. Comecei a ler os livros de Agatha Christie no começo da adolescência (tenho 25 anos) e me encontro até hoje fascinada por todas as histórias, personagens e lugares de suas obras. Constantemente me pego dizendo: “como eu queria viver num livro de Agatha Christie” e, “fuçando” este site, me sinto um pouco mais próxima desse mundo da nossa “dama do crime”.

    Espero aprender muito mais com todas as informações que vocês nos passam.

    Obrigada e continuem o belo trabalho.

    Ah, mais uma coisinha…. Além dos livro de Agatha, adoro os filmes baseados em suas obras. Por acaso, vocês conhecem algum site que possibilite o download gratuito desses filmes? Só conheço o site do filme “noite sem fim”, porém, apesar de já ter feito o download, não consigo executá-lo.

  2. Olá, Luiza! Seja bem-vinda ao Mundo de Agatha Christie – ela sabia mesmo criar um clima nas histórias, né? Muitas vezes eu também me vejo dentro da Inglaterra que ela conhecia e retratava tão bem.

    Quanto ao arquivo do filme, aquele link levava ao arquivo “torrent” dele. Você deve ter percebido que era muito pequeno. Para baixar o filme em si, você precisa de um programa de compartilhamento; eu uso o uTorrent.

    No site do Terra tem o programa para download e um tutorial para utilizá-lo.
    http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI786908-EI4804,00.html

    Um outro tutorial, ilustrado, pode ser encontrado em

    Espero ter ajudado!

  3. Comecei com a mesma idade e com o mesmo livro!
    E um dos meus sonhos-nada-secretos é ser convidada para a Festa do Pudim de Natal, aquela mesma!

  4. Olá! Como estão vocês?
    Fiquei muito feliz em encontrar um site com tantas informações. Há muito tempo atrás li vários livros da nossa querida Agatha. (acredito que uns 40 títulos – claro que, incluídos nesses, estão os da Editora Record, via banca de jornais). Na época, eu era office-boy, pequeno salário e ficava muito feliz em poder bancar por um precinho baixo, uma leitura tão legal. O tempo passou, dei todos os meus livros para uma biblioteca e agora, depois do arrependimento, estou comprando novamente e, como nosso amigo Tommy, vou tentar ler na ordem. Precisava de uma lista de livros da Agatha e, foi aqui que consegui!! Acabei de ler “O Misterioso Caso de Styles” e estou começando agora o “Inimigo Secreto”, nunca os tinha lido! E, é claro, esse primeiro, muito bom!! He! he! Ela sempre me engana!!!
    OK! vou ficando por aqui!
    Abraço a todos,
    Marcelo

  5. Linha, eu tenho um carinho muito grande por Três ratos cegos, por ter sido o primeiro que li. Quanto ao Aventura do pudim de natal só li recentemente, no ano passado, dá pra acreditar?
    Você chegou a ver o post sobre o pudim, com a receita?

    Marcelo, bem-vindo! Puxa vida, todo mundo vai ler na seqüência, começo a achar que meu método aleatório não vai dar certo…
    😉
    A Record fez um favorzão com aquela coleção de banca, né? Teve uma época que meu bolso apertou e perdi muitos lançamentos, mas agora que a Nova Fronteira está relançando em formato pocket (e graças aos sebos, também) falta pouco!

    Abraços a todos 🙂

  6. Lady,

    Vi o post, sim. E ja fiz um Pudim de Passas hà 4 anos para o Natal. Agora estou ocupadissima com amolações que renegam meu sangue azul colonialista sudito da rainha (imaginem vocês que estou sendo obrigada a tra-ba-lhar!), mas quando aliviarem as coisas descrevo melhor. Abraços!

  7. A minha dica pra quem gosta desses livros que a Nova Fronteira está relançando em formato pocket é, verificar no site do submarino. Alguns títulos chega a custar R$ 9,90.
    nesse site os preços estão muito bons!!!
    Eu tive alguns problemas com os antigos livros da Nova fronteira …. sempre quebravam na parte da cola, razão essa que decidi que tentarei conseguir o máximo de edições tipo capa dura, circulo do livro, record, etc…
    Gostaria até que você me falasse a respeito da qualidade desses livros pocket. São duráveis?
    E, em relação a record , banca de jornal: foi muita felicidade!hehehe!! na época eu não perdi um título sequer… e, os lia sempre em tempo do próximo lançamento.
    Um orgulho só!
    vou ficando por aqui …. vou dar uma escapada para ler o inimigo secreto. Abraço para todos..
    Marcelo

  8. De fato, os livros mais antigos da Nova Fronteira tinham esse problema de cola. Mas eu, como sou novinho, não sou desse tempo, né ? 🙂

    “O Inimigo Secreto” é um de meus favoritos. (Por que será ?)

  9. Marcelo, e a diagramação torta e as letras desalinhadas da Nova Fronteira antiga? Terrível!
    A pocket é bem mais caprichada nesse ponto, não distrai a atenção na hora de ler.
    Quanto à durabilidade da goma, os que tenho aqui são todos novos, no máximo de 2005, não deu pra perceber nada ainda.
    De capa dura, além do Círculo do Livro, só conheço aqueles da Altaya Record, que são padronizadinhos em preto, é desses que você fala? São os mais difíceis de encontrar nos sebos…

    Jovem Tommy e Marcelo, também estou lendo O Inimigo Secreto nesta semana!

  10. Lady Lucy, são esses em preto mesmo a que me refiro…. até agora somente comprei títulos do circulo do livro…. preciso mesmo é descobrir se essa editora fez todos os livros da nossa Agatha…. não sei não….. perseverança… hehehhe!
    Na época, a durabilidade da goma era pequena mesmo em livros novos…. meu primeiro livro dela foi “os elefantes não esquacem “, acho que 7a. série… o fim da leitura parecia um livro de 200 anos sem cuidado algum….
    Fico feliz em dividirmos o mesmo livro….. ainda estou no começo… trabalho muito, não sobra muito tempo para leitura…
    Gostaria de agradecer a sua resposta e atenção.
    Abraços e até mais…
    ps.: estou pensando em me entitular Sr. Hastings, hehehe (sempre fora da idéia do real culpado do enredo!!! O que você acha?? heheh

  11. Tommy, ola!
    Veja só, depois que deixei recado pra você, fui começar a ler e somente aí é que entendi o porque de você gostar desse livro…. Fiquei aqui rindo!! E pensa só: ainda tinha pensado logo de primeira vez… (antes do seu e-mail) puxa que sobrenome legal desse Tommy aqui! heheheh!!!
    Preciso de mais um tempinho …. estudando… pra ver se realmente me encaixo em sr. Hastings….. se for pelo primeiro livro…. batata!!!!
    Um grande abraço

  12. Puxa, quem me dera que na 7a série me pedissem pra ler um livro de Agatha Christie…

    Marcelo, independente de ser o primeiro livro de Tommy e Tuppence, acho mesmo “O Inimigo Secreto” um dos melhores livros de Agatha.

    No momento estou lendo “Poirot Investiga” e “O Segredo de Chimneys”, ambos do mesmo ano. Mas este mês estou devagar quase parando, pelo excesso de atividades…

  13. Marcelo, mas Poirot precisa de Hastings, ele já disse isso várias vezes nos livros em que ele participa!
    🙂

    O que eu gosto nesse personagem é a enorme fé nas pessoas que ele demonstra… Esta é a fonte dos erros de avaliação de Hastings.

  14. Tommy, tive uma professora legal no ginásio… ela sempre dava opção de 3 livros para leitura: ex.: 2 de literatura e 1 da Agatha…. é claro que para fugir da literatura, acabei conhecendo Agatha Christie!! E rapidamente peguei gosto por esse tipo de leitura… eu acho que a idéia dessa professora era para os alunos que não se interessavam pela leitura clássica, ao menos que passasse a gostar de ler algo que chamasse atenção.
    Gostaria de saber como é que vocês dois conseguem ler dois livros da Agatha Christie ao mesmo tempo….. eu mal tenho vontade de largar um… o que dirá dois livros!hehehe.
    Em relação ao Inimigo Secreto: estou gostando bastante… realmente é um livro que prende! Muito bom! Que trama, heim?
    Lady Lucy concordo plenamente com a descrição do Sr. Hastings e, de uma certa forma acho que todos nós temos essa faceta, não é?
    Um abraço a todos.

  15. Marcelo, eu adorei a idéia da sua professora… Quisera eu ter tido uma assim!

    Quanto a ler dois ao mesmo tempo, alterno os dias.
    🙂
    Mas vou parar com isso, confunde um pouco. Desta vez não tem sido problema porque “O cadáver atrás do biombo” é uma obra coletiva (Agatha apenas escreveu alguns capítulos), a atmosfera é diferente.

  16. Na verdade, só consigo ler mais de um ao mesmo tempo quando (como neste caso) um é de contos. Aí leio um conto e volto pro romance.

    Acabou dando vontade de relembrar os livros que eu/nós lemos na escola. No meu caso, nada de Agatha Christie. Mas li – acho que indicada por professores, mas não como tarefa de escola – a Série Vagalume (que ainda existe, mas com bem mais que os 8 livros da série original), onde havia livros excelentes como “O Caso da Borboleta Atíria” e “O Escaravelho do Diabo” (mais tarde, “O Mistério dos Cinco Estrelas” e “Um Cadáver Ouve Rádio também).

    • Olá Tommy, hahahah tb li os livros que citou, meus preferidos eram o Mistério do Cinco Estrelas, e o Escaravelho do Diabo, tinha também o ótimo, o Gênio do Crime, onde eles investigavam ao avesso, leu? Pérolas da época….
      Comecei como leitura escolar obrigatória, tinha que ler, fazer resumo…E conhecei A.C. assim, o livro era Assassinato na casa do Pastor, eu lembro até da capa do livro, fiquei tão encantada, viajar pela leitura é algo fascinante mesmo… O filme pode ser bom, mas nada tira a visão que vc faz através do livro…
      Faz tempo que postou, mas eu só li agora, pois descobri o site ontem e estou maravilhada, tanta gente pra trocar ideia, me seguro pra nao ser estraga prazeres e cometar algo que alguem ainda nao tenha lido,rs
      Amo todos personagens criados pela A.C. até os que apareceram em uma história só, fiz uma lista de todos por ordem de publicação, mas nao sei aonde está, perdida em caixas antigas, minha coleção completa que fiz dos 12 aos 18 pelo circulo do livro e pela ed record foi furtada, e nem imaginam quanto sofri e chorei,rs, hoje compro esporádicamente os que acho por aí…
      Tinha uma lista de releitura, onde na mesma época do ano pegava o mesmo livro pra ler, os que menos gostei foram os escritos por pseudônimo, e os que mais me surpreenderam por ser uma historia gostosa e imaginativa foram UMA AVENTURA EM BAGDA ,A MÃO MISTERIOSA, O CAVALO AMARELO, O HOMEM DO TERNO MARROM, surpreenderam porque nao foram com os personagens de sempre…
      Bom vou parando por aqui, senão escrevo um livro ne, entra em ctt qdo tiver tempo, quem sabe posso ajudar em algo?
      Beijokas e até já…
      Kátia.

  17. Olha que coisa, heim, Tommy!!?? série vagalume!! já vamos tirando a idéia de que década vem esse cidadão!!! hehehehe
    Você me fez lembrar também da Ilha Perdida… .. me lembro de ter lido o mistério dos cinco estrelas… não lembro a estória, mas o título certamente. Li também o “Para Gostar de Ler” acredito que volumes 2 e 5! Aventuras de Tom Sawyer (não sei se escrevi corretamente). Li também alguns livros de uma coleção da Ediouros, Gisela e o Enigma do Cofre, Gisela e o Enigma do vizinho mal informado, Gisela e o mistério da orquídea negra, Gisela e o Enigma Chinês e Gisela e o enigma do sétimo degrau. Gostaria de saber se vocês leram alguns desses da “Gisela”. Leitura para mais ou menos 9 a 10 anos de idade. Com certeza já com um ar mirim de Agatha Christie!!
    Eu me lembro de até ficar nervoso com a estória!!! heheheh
    Terminei aqui o Inimigo Secreto!!! Puxa Vida!!!! Sr. Hastings novamente! quando estava certo que sabia de tudo!! bum!heheheheh!
    Um grande abraço
    até mais.

    • Eu li *—–* Esses livros de Gisela marcaram minha infância… Se eu achasse hoje comprava na hora só pela nostalgia ^^
      Eu tinha uns 9 ~ 8 anos mesmo ^^ Velhos tempos…

  18. Lady Lucy,
    Realmente essa professora sempre pareceu que gostava da profissão! Esses dias mesmo, assisti uma entrevista na Cultura onde a autora Ruth Rocha mencionou algo sobre esses livros pesados que obrigam jovens a ler na escola…. realmente não estimula a leitura na criançada!
    Agora quanto a ler dois livros ao mesmo tempo… eu não consigo…. sempre trabalho muito e me sobra pouco tempo pra leitura…. tenho certeza que faria confusão…
    Admiro quem consegue!
    Um grande abraço

  19. Segundo Lady Lucy, eu sou o Jovem Tommy, Marcelo…

    “A Ilha Perdida” é muito bom, deu vontade de reler.

    “Para Gostar de Ler” li o 1 e o 2, crônicas: Carlos Drummond de Andrade, Paulo Mendes Campos, Rubem Braga e Fernando Sabino.

    Caraca, quem é essa Gisela ?

  20. Olá Lady Lucy,
    Me desculpe, você tinha comentado sobre a diagramação torta e as letras desalinhadas da Nova Fronteira antiga!
    e eu não fiz comentário algum. Me perdoe. Realmente eu não me lembro sobre isso. Somente problemas com a cola.
    Ainda lendo O Inimigo Secreto? O que está achando?
    um abraço

  21. Tommy, tenho certeza que é jovem, amigo!!
    Sobre a Ilha Perdida…. preciso procurar em um sebo… tenho vontade de lê-lo novamente!
    Essa série Gisela, acredito que eram mais ou menos de 1976,1977… É uma coleção muito bacaninha pra idade correta, claro! Comprei agora, 5 volumes, através de um sebo.
    Tive interesse em tê-los por aqui… Se um dois meus dois filhos se interessar…. tá na mão!(Claro que dei uma lida rápida pra matar a saudade!heheheh). Leitura infantil gostosa de mistério. Ela é uma detetive, sempre em busca de solucionar os enigmas com a ajuda de um cão pastor-alemão, chamado Prisco. Essa leitura foi uma das primeiras que realmente gostei quando criança.
    Você sempre se interessou pela leitura Tommy?

  22. Gosto de ler desde criança, Marcelo. Acho que é desde cedo que o hábito se constrói.

    Vou procurar saber mais sobre Gisela.

  23. Marcelo, sem problemas.
    😉
    Eu fiquei foi bem interessada na série Gisela também, tenho uma sobrinha em idade de alfabetização que adora ler. Qual o nome do autor??

  24. Olá pessoal!
    Tenho até medo que me levem a sério!heheh É livro infantil mesmo!! Indicado na época para crianças de 9/10 anos.(Já tem que estar alfabetizado, eu os li na 3a. ou 4a série)
    A Coleção Gisela é Edições de Ouro, autora é Gladis N. Stumpf González, é livro pocket (aqueles bem antigos tipo Amor e as Pedras, Confissões de Um Vira-Lata),
    Acredito que não são feitos mais atualmente…. somente em sebos mesmo e o estado geral, heheheh! somente com sorte, devem ter mais ou menos 30 anos!!! Os títulos são:
    .Gisela e a Estatueta da Sorte
    .Gisela e o Vizinho Mal-informado
    .Gisela e o Talismã da Felicidade
    .Gisela e o Enigma da Orquidea Negra
    .Gisela e o Enigma Chinês
    .Gisela e o Enigma do Sétimo Degrau
    .Gisela e o Enigma da Feiticeira
    .Gisela e o Enigma do Apelo Silencioso
    .Gisela e o Enigma do Bruxo de Malta
    Aqui, terminei o Assassinato no Campo de Golfe (Muito Bom! hehehe! somente pra variar!!! e estou rumo à O homem de Terno Marrom!
    Até Mais, um grande abraço a todos

  25. Marcelo, obrigada pela lista!! De fato é difícil de achar: na Estante Virtual tem 4 títulos, um em cada sebo. Mesmo via Google só se acham referências de bibliotecas públicas…
    Vou enviar e-mail à Ediouro perguntando se pretendem relançar: tenho uma sobrinha em idade de alfabetização; ela tem sete atualmente, mas pede livros de presente!
    🙂

  26. Lady Lucy,
    Eu também estou lendo Poirot investiga…. Você pode me explicar como é que nossa querida autora conseguiu tantos casos diferentes?
    Este é um livro que não estou conseguindo ler sem parar…., a cada caso, tenho que dar uma paradinha… saborear!!
    Muito bom!!
    Um grande abraço a todos.

  27. Também estou lendo “Poirot Investiga”, também aos pouquinhos, Marcelo. E pretendo devorar “O Assassinato de Roger Ackroyd” neste fim de semana.

  28. Como vai Tommy?
    Admiro tua capacidade de não confundir as tramas!
    Eu aqui levando um “baile” do Poirot Investiga… Cada caso, um programa de desintoxicação para poder ler o próximo.
    Fico pirando! Muita calma nessa hora, não é?
    Embora entre um caso e outro, vou pensar em incluir o Segredo de Chimneys.
    Um abraço

  29. Marcelo, Poirot Investiga também é pródigo em detalhes que renderão posts sobre história, comes e bebes, curiosidades…
    😉

    É o que está me dando mais trabalho, até agora – e eu nem vou mexer com a geografia!

    Você tem toda a razão sobre pirar com todos os livros; mesmo mantendo um registro aqui no blog, tem hora que eu perco o rumo.

    Para você ter uma idéia, estava redigindo uma entrada sobre os livros de referência e não conseguia lembrar em qual história Poirot menciona o Almanaque de Gotha – e tinha acabado de ler!
    😆

  30. Oh! Querida Lady Lucy,
    Fico feliz em saber que não sou o único que se perde (um pouco!!! hehehe, eu diria muito, ao menos da minha parte!).
    Saiba que, quando leio um livro da Agatha, não tenho a intenção de descobrir tantos detalhes . Leio somente para saborear o enredo. Não me prendo tanto a geografia, gastronomia, etc… Motivo esse, que não tenho tanto como justificar essas confusões que acabo fazendo.
    Frequentando esse site, percebo que daria para explorar mais esses enredos. Começo a me interessar em aprofundar mais essas histórias… já começo “namorando” um pouco os mapas…. vamos ver o futuro…. Acredito que no próximo, O Segredo de Chimneys, vou tentar ser mais atento!
    Um grande abraço

  31. Marcelo, a intenção é sempre a de deliciar-nos. Mas aí surgiu o blog e a idéia de compartilharmos algumas curiosidades. Don’t worry: saboreie por aí e a gente vai esmiuçando os ingredientes daqui. Um abraço.

  32. Tommy, tenho certeza que, sem frequentar esse site, a maior parte dos “ingredientes” eu estaria perdendo! Estaria saboreando um “prato menor”. Vocês mostram detalhes que valorizam muito mais esses livros.
    Fico somente pensando que, se faço confusão com uma leitura mais simples da Agatha, o que será de mim (hehehe!) prestando atenção em detalhes. Tudo é muito rico!!
    Vamos experimentar isso!
    Agradeço vocês por abrir um novo horizonte!
    Aqui terminei “Poirot Investiga” – Ainda estou pirando.
    Um abraço.

  33. Lady Lucy e Tommy
    Lendo meu recado 33… Tem algo confuso, que não gosto muito. Me perdoem. Não sei se consegui explicar meu pensamento. Quero dizer que faço confusão com histórias já lidas da Agatha Christie. Principalmente esse Poirot Investiga, que são tantos contos e com a mesma qualidade de sempre….
    Gostaria de não misturar tanto os enredos, principalmente porque não estava me prendendo aos detalhes do livro, como mapa, gastronomia etc… Li nesta fase, os cinco primeiros livros e já estou fazendo uma “mistureba” doida.
    Fico imaginando, esmiuçando os ingredientes, o tamanho da mistureba que vou fazer…
    Como isso é pra vocês? Confusão também?
    Espero ter me expressado melhor…
    Um abraço

  34. Marcelo, acho que não confundo muio talvez por eu dar intervalos significativos entre um livro e outro. Mas não sei, isso varia também. Meu maior problema (ou, sei lá, hoje talvez isso me ajude) é a memória: comecei a ler Agatha Christie mais de 25 anos atrás, então muitos dos que li (e já foram uns 50, eu acho) eu já não lembro mais. Essa releitura, além de prazerosa, me dá a oportunidade de entrar novamente em tramas excitantes e deliciosas com a vantagem de… não lembrar do assassino ! 🙂

  35. Marcelo, acho que entendi o que você quis dizer, sim, já que é um problema que também tenho!
    😆
    E a coisa só piora quanto mais a gente lê, principalmente porque alguns (poucos contos depois são desenvolvidos e viram novelas, ou então são publicados de novo em outro livro (por exemplo, os 3 últimos de Poirot Investiga também estão no livro Os Primeiros Casos de Poirot, e pelo menos 6 de O Mistério de Listerdale estão em A Mina de Ouro!)

    E algumas soluções que parecem idênticas à utilizada em outros livros (e que eu não posso mencionar aqui sob pena de cometer um spoiler, hehehe…).

    Mas à parte isso, ler AC é viciante!

  36. Lady Lucy,
    É isso que estou dizendo… lembro-me que quando li uma série de livros da Agatha pela primeira vez (uns 40 livros), depois de alguns títulos, já tinha misturado todas as tramas, as personagens de um livro, passavam sutilmente a fazer parte de outras tramas…. (Uma baita confusão!!). Eu não consegui manter a salvo a memória do que tinha lido por muito tempo.
    Estou percebendo que desta vez a história se repete….hehehe! Preciso relaxar e saborear sempre a história da vez…. e, o que passou…. se tiver curiosidade….vou pesquisar no livro novamente ou procurar por aqui!!

    Tommy,
    Vou poder checar minha memória em relação ao desfecho quando for ler: O mistério do Trem Azul, Assassinato na casa do pastor (que álias estou ansioso por reencontrar nossa querida Miss Marple!)
    Nos 8 primeiros títulos da Agatha sou marinheiro de primeira viagem.
    Um grande abraço a todos

  37. “O mistério do Trem Azul” e “Assassinato na casa do pastor” são duas ótimas tramas, recomendo. E adoro tudo o que seja com Miss Marple. Sou fã.

  38. Amigos, eu estou quaaase com a coleção de policiais completa! Faltavam-me 10, nesta semana receberei 8 e mais a autobiografia.

    Era para completar os 10, mas infelizmente um dos sebos que contatei se descuidou e anunciou livros que não tinham mais.

    Se alguém souber de um sebo que tenha disponíveis, ao mesmo tempo, Morte na Rua Hickory, O Caso do Hotel Bertram e Desenterrando o Passado, por favor me avisem.
    😉

    Já encontrei sebos que têm dois de cada vez, mas acho que com um pouco de paciência encontro os três num sebo só…

  39. Olá! Como vão vocês?
    Nesse mês li: O Segredo de Chimneys, O Assassinato de Roger Ackroyd, Os Quatro Grandes (descobri que é releitura) e estou terminando O Mistério do Trem Azul.
    Lady Lucy parabéns pela coleção!! Aqui ainda falta muito!
    Um grande abraço a todos.

  40. Puxa, Marcelo, que rapidez ! Inveja boa, viu ? Mas um dia eu chego lá. Parabéns e obrigado mais uma vez pelas visitas e comentários aqui em O Mundo. Um abraço.

  41. Marcelo, qual edição de Os Quatro Grandes você leu? Passei tanta raiva com a que eu tenho aqui que esse virou (injustamente, é claro) meu menos favorito de todos!
    😦

  42. Oi Tommy, tive um tempinho de sobra aqui e mandei bala!!
    Que delícia de leitura!! terminei o Mistério do Trem Azul e, não consegui ainda o Sócios no Crime… (não gostaria de comprar o de papel jornal, que é o único que tenho encontrado e, também da antiga Nova Fronteira (problema de cola, lembram?) Vocês conhecem alguma solução?
    Como o Mistério dos Sete Relógios é do mesmo ano, vou me permitir adiantá-lo.

    Lady Lucy:
    – Não me diga que seu livro é Círculo do Livro, tradução Maria Marta de Miranda!!!! Por favor!!!! Não me diga!!!!!!
    Tá bom ….. diga logo: – É ou não é?
    Preciso dizer daqui, que em alguns momentos tive que retomar a leitura… completamente fora do tom, fora do ar. Quem será que está falando agora? e sobre o quê?
    Vixxxxxxxxxxxxx !!!!!
    Um grande abraço

  43. Marcelo, a que eu tenho ***É*** a edição de papel jornal da Record mas com a mesma tradutora… Céus, que tortura.

    Provavelmente as duas edições têm os mesmos problemas tanto de tradução (você também ficou procurando um personagem chamado “Bloke” que surgiu e desapareceu sem mais nem menos?? A tradutora não conhece um “sujeito”…) quanto de revisão.

    Travessões para indicar diálogo em frases que não eram diálogo, frases de personagens diferentes no mesm parágrafo, diálogos sem travessão na seqüência de parágrafo…

    Horrível!

  44. Lady Lucy
    Acho que esse Bloke me passou despercebido, se é que ele está na edição que tenho. Gostaria de saber mais ou menos em que página ele aparece, para tentar procurar. Quanto ao resto (Travessões…. parágrafos) não tenho comentários!!! Realmente deu pra se perder legal! Acho que até numa dessas perdi o tal do Bloke, hehehe. Mesmo assim achei uma trama muito interessante e gostei muito do livro (muito legal o desfecho). Só que para isso tive que recorrer as minhas células (cinzentas? hehehe) sei lá que cor!!!

    Jovem Tommy
    Estou em Caieiras – SP. Achei agora uma loja virtual onde acho que poderei comprá-lo, porém em torno de R$ 30,00 com frete e tudo (gostaria de encontrá-lo mais barato).
    Comprei 8 exemplares da Agatha no site submarino, está com desconto e alguns itens sem o frete.
    O que está lendo agora Tommy?
    Um abraço a todos

  45. Marcelo, vou procurar o sujeito… *Se não me engano* ele aparece no cais, mas depois confirmo.

    Caramba, R$30,00?? É livro novo, né? Estive olhando na Estante Virtual (www.estantevirtual.com.br) e realmente não tem muita opção disponível: ou é de papel jornal (1987) ou é da Nova Fronteira (1978).

    Tem um na Bibliomania Livros da edição Bestsellers (eu não conheço), e um que tem indicação da data de 1929, que é uma edição de capa dura da Nova Fronteira.

    Se a coisa apertar e não tiver outra altermnativa, no sebo Bola de Gude o vendedor disse que o que ele tem lá, da Record, aparenta nunca ter sido lido.

    O link:

    http://www.estantevirtual.com.br/mod_perl/busca.cgi?pchave=s%F3cios+no+crime&tipo=simples&estante=%28todas+estantes%29&alvo=autor+ou+titulo

  46. Lady Lucy,
    Agradeço a gentileza da sua pesquisa. O preço de R$ 30,00 é pelo livro novo sim. Antes de ceder pelo papel jornal, vou pessoalmente passar em alguns sebos no centro de SP para ver se encontro algum bom exemplar da Nova Fronteira mesmo.
    Tommy e Lucy,
    Gostaria de saber se vocês já leram O Mistério dos Sete Relógios.
    É muito legal lê-lo após o Segredo de Chimneys. Lendo aqui, fico imaginando (ansioso) os comentários de Lady Lucy. Estou muito satisfeito em ler em ordem. Neste momento, tem todo sentido! (não falarei mais!hehehe).
    Ps.: No meu último recado quis dizer: ou Dá pra se perder, ou deu pra me perder…. (pensei nas duas coisas e saiu essa beleza, desculpem!)
    Um abraço a todos

  47. Marcelo, ah, bom! Se é livro novo então tá numa faixa de preço razoável… Eu assustei porque pensei que fosse usado.
    🙂

    Quanto ao Bloke, vamos lá: eu estava errada, ele apareceu na pág. 40 da Ed Record, quando Poirot interroga o suspeito do assassinato de Jonathan Walley. O trecho é:

    “- Como conseguiu este emprego?
    – Através de uma dessas sociedades de ajuda aos presidiários. Bloke conheceu-me quando saí da prisão.
    – Como era ele?
    – Não era uma padre, mas parecia. Chapéu preto e voz mansa ao falar. Tinha um dente quebrado na frente. Um amigão. Seu nome era Saunders.”

    Eu estava bem adiantada na relação leitura x publicação do respectivo post sobre os livros até chegar neste, agora o prazo está mais justinho…

    Outro que está me aborrecendo é justamente Sócios no Crime, mas é porque tenho que parar a toda hora pra localizar cada referência!

  48. Lady Lucy,
    Esse trecho está na pág.38 do Circulo do Livro e o nome Bloke me passou completamente despercebido.
    Eu estou agora na pág. 80 do O Mistério dos Sete Relógios…. e estou gostando muito.
    Abraços a todos.

  49. Nem fale!!! Temos também Bundle e Superintendente Battle.
    “Supimpa!” hehehehe!!
    Como vai o Sócios no Crime?
    Amanhã, digo nesta segunda, quero ver se consigo o meu!!
    Esperança e perseverança!!
    Abraços

  50. Olá, pessoal!!
    Finalmente consegui (através do estante virtual), o Sócios no Crime, será agora meu livro da vez…
    Li o Mistério dos Sete Relógios…. (esse eu nunca tinha lido e achei demais! Muito bom! Adorei ler na sequência!!)
    Acabei de terminar o Assassinato na Casa do Pastor (esse eu lembro do título, de tê-lo lido na minha primeira fase) e foi como se tivesse lido pela primeira vez…
    Reafirmo que a querida Miss Marple realmente é fera!! É minha preferida!
    Quero ver se consigo gravar e assistir neste final de semana na tv.
    Acho que vai ser bem legal assistir o filme com os detalhes fresquinhos na cabeça….
    Gostaria de dizer aos queridos Tommy e Lady Lucy que frequento o site diariamente, cada vez gosto mais de estar aqui, colher dados, etc… Um dia desses não consegui abrir a página, me deu aquela tristezinha, pensei que vocês tivessem parado…. vixxxxxxxxxxxx que chato!! Já pensei: “tava gostando tanto!!! Que poxa!!” hehehe
    Depois de 5 minutos tentei novamente e aí sim: Aham!!!
    Sorriso a vista!! Parabéns pelo “grande trabalho grande” que vocês estão fazendo. Parabéns pelos 4 meses!!!
    Vou ficando por aqui, um grande abraço a todos.
    Obrigado!!

  51. Oi, Marcelo,

    no que depende de nós, não vamos parar. Às vezes, a gente tem problemas por aqui também, mas a intenção é que este blog funcione até a gente ficar com a idade da Miss Marple. 🙂

    Grande abraço e obrigado pelas visitas e o carinho com o blog.

  52. Marcelo, esse dia aí eu também gelei quando não consegui acessar o WordPress. Pensei que fosse meu provedor, atrasado, que tivesse bloqueado o acesso muito tempo depois daquele imbroglio todo com a justiça. Aparentemente foi alguma manutenção do próprio serviço, porque foi depois disso que apareceram essas mandalas ao lado dos comentários sem fotos…

    Assistiu Assassinato na casa do pastor? O que achou do comportamento avant-garde da nossa Miss Marple? Eu estranhei um muito, viu.

    Abraços e muito obrigada pelas palavras de incentivo!

  53. Tommy
    Fico feliz em saber que esse blog durará quase que para sempre, levando em conta que estou com o jovem Tommy, aliás estou no capítulo V do Sócios no Crime e tenho que dizer Tommy, como é interessante a sintonia entre o casal Beresford! Salve Tommy e Tuppence!! Parabéns à Dame outra vez!!! Muita presença de espírito!

    Lady Lucy,
    Deu realmente pra dar uma geladinha no estômago! hehehe!Ainda bem que tudo passou!
    Sobre o filme: Como acabei de ler o livro (e também como é de costume), achei que o filme perde um pouco… entendo que é “baseado” no livro… mesmo assim…. achei que muito foi modificado… A participação da Miss Marple no filme é bem diferente que a do livro, em alguns aspectos até achei que para melhor, mas preferi o livro (Não vou comentar mais, spoiler?).

    Aos Dois,
    As palavras são de incentivo para que vocês continuem sempre, mas, principalmente de agradecimento por esse trabalho tão legal que nos prende, dia a dia… Sempre tenho que dar uma passadinha aqui pra ver as novidades….
    Está sendo um enorme prazer, ler e reler os livros da Agatha ao lado de vocês… procurar os livros que estão na sequência…etc…. Enfim, parabéns e obrigado!!
    Um grande abraço a todos…
    Até

  54. Lady Lucy e Tommy,
    Vocês sabem dizer a história dos livros:
    Enquanto houver luz (1924) e Charles Osborne (1997)
    Café Preto (1930) e … (1998)
    O Visitante Inesperado (195 e quanto?) … 1999
    e também:
    O cadáver através do biombo (1930)
    Um furo jornalístico (1931)
    A morte do almirante (1931) ?
    Vocês acham que eles deveriam ser lidos pela ordem cronológica junto com os demais?
    um abraço

  55. Marcelo, ótima questão! Vai aqui minha opinião pessoal, OK?
    O que eu sei dizer é que os três últimos são obras coletivas, em que AC escreveu apenas alguns capítulos e podem ser lidos fora da seqüência.

    AC escreveu algumas peças a partir de suas novelas mas também escreveu peças diretamente para o teatro. Algumas ela mesma novelizou, outras não.

    Charles Osborne pegou estas três peças e novelizou.
    . Café Preto, de 1930, é estrelado por Poirot e Hastings.
    . O Visitante Inesperado, de 1958, não traz nenhum personagem recorrente.
    . Spider’s Web, de 1954, ainda não chegou ao Brasil.

    Enquanto houver luz é uma coletânea de contos publicados em revistas durante os anos 20 e 30, algumas com Poirot e outras no estilo dos contos de A mina de ouro & Outras histórias. Este livro me falta na biblioteca, mas é difícil situar a ordem dele na seqüência… A editora briânica recuperou e publicou esses contos em 1997, mais de 20 anos após a morte de AC!

  56. Lady Lucy,
    Eu, daqui, hehehe vou mudar um pouco a sequência da coisa… (tive a sorte de entrar em um sebo em SP e achar o Enquanto houver luz e o Café Preto por R$ 8,00 cada e praticamente sem uso). Antes do O Misterioso Sr. Quin (1930), vou ler esses dois…. Os outros livros (coletivos) vou deixar pra ler no final de tudo….
    Em 1930, foi escrito o romance “O Gigante”, algum de vocês já leram este?
    Já pensei também se não coloco esse na festa também!
    Não cosigo ter idéia de um romance feito por AC!!
    Um grande abraço

  57. Lady Lucy,
    Oh dona Lady!! Não sinta isso não, não foi minha intenção, me desculpe!! Me expressei mal, né?
    Se você quiser que eu procure algum livro pra você aqui pelo centro de São Paulo, estou sempre xeretando em sebos diversos…. Mande sua lista que, nas minhas andanças, eu os procuro. Segunda próxima vou fazer um arrastão! hehehe!
    Comprei esses dois livros porque o estado deles realmente é muito bom e, por um preço que não deu nem para pensar… Esses dias eu estava olhando, pensei: … Vixxxxxx! vou ler esses dois somente no final de todos que eu ainda nem comprei… Agora achei motivo para adiantá-los e fiquei feliz.
    Quantos livros estão faltando atualmente pra você?

  58. Por aqui (no Rio) não consigo achar “O Mistério do Trem Azul”, que já tive mas sumiu em uma de minhas mudanças… Mas como as próximas semanas são “semanas sabáticas” porque só lerei livros para um concurso que farei, infelizmente Dame Agatha ficará meio de lado… Daí inclusive os poucos posts Tommynianos neste período. 😦

  59. Marcelo, calma! Minha inveja é daquela menos má, não se preocupe.
    🙂

    Vou confessar uma coisa, eu estou já meio estressada porque tem uma pilha de mais ou menos 25 livros me esperando (sem contar os de Agatha Christie) com previsão de chegar mais 11 nos próximos 45 dias (incluindo aquele de AC que a L&PM lançou agora em maio, deve chegar na segunda ou na terça!). Além disso tem umas 2 dúzias de fimes e episódios de séries também na fila…

    Dos romances policiais só me falta o Morte na Rua Hickory; depois disso é que vou checar os outros (os romances sob pseudônimo, peças adaptadas, livro de viagem, etc.), senão fico doida!
    🙂

    Abraços e me conte o que achou das suas aquisições!

  60. Tommy,
    Quer que eu procure por aqui?
    É só me passar coordenadas, valores, editora que dando uma volta checo pra você. Amanhã se der certo estarei “campeando”.
    No estante tem alguns, você checou?

    Lady Lucy,
    Achei que na minha empolgação, fui indelicado… Depois que li o que escrevi, achei meio arrogante… desculpe.
    Estou vendo que 24 horas em um dia pra você é pouco, heim?
    Vou dar uma “vasculhada” nesse Morte na Rua Hickory pra você. Sabe qual editora?
    Estou lendo o Sócios no Crime… O próximo vai ser o Enquanto houver luz, aí comento com você.
    Um grande abraço para vocês.
    até

  61. Marcelo, fique sossegado, rapaz! Vamos encerrar esse assunto porque não teve nada de mais, de verdade! Foi uma brincadeira que fiz contigo.
    😉

    Mas a verdade é que eu realmente gostaria de ter mais tempo pra ler, ver filmes, dormir… heheheh. Deixe estar, um dia ainda ganho na mega-sena!

    Sabe que ainda estou enroscada com Sócios no Crime? Vou tentar adiantar o ritmo durante esta semana, senão vou ficar muito atrasada.

    Ah, você assistiu Um corpo na biblioteca no fim de semana? Eu fiquei pas-sa-da com a alteração no final… Não me lembro se isso aconteceu em outros episódios!

  62. Lady Lucy, Ok! encerrado e enterrado, hehehe.
    Eu percebo o tanto de referências que esse Sócios no Crime tem. Você pretende esmiuçar cada inspiração deles? Estou lendo e pensando nisso, sabia?
    Um corpo na Biblioteca, gravei e ainda não tive coragem de assistir… Acho que vou deixar pra assistir somente depois que ler o livro (ainda tem chão, heim? hehehe – vamos devagar e com prazer!!).
    Acho que fiquei um pouco frustado com o filme O Assassinato na Casa do Pastor. Na minha primeira fase de leitura da AC, a idéia que formei da Miss Marple é completamente diferente dessa da tv. O visão do filme foi muito mudada… Gostaria de discutir melhor isso depois que vocês lerem… Tenho medo de cometer spoiler ou mesmo de criar uma falsa expectativa.

    Ontem estive em sebos aqui em São Paulo e não achei nenhum dos livros de vocês.
    Voltei bem feliz pra casa… fui com a lista dos faltantes, consegui mais dez… A moça do Sebo me ensinou dar um trato nos livros… (Abrir bem as capas pegar no miolo firme e lixar levemente as lombadas de corte – para tirar o encardido – com uma lixa fina, e limpar depois as capas). Minha coleção tá demais!!! hehehe
    Vou ficando por aqui.
    Um grande abraço

  63. Marcelo, eu assisti Assassinato na casa do pastor eu assisti também, e também fiquei passada… Pobre Miss Marple, estão tranfomando a senhora vitoriana numa pessoa inadequada.
    😦

    (Adorei a dica da moça do sebo, vou testar assim que encontrar a lixa mais fina que puder.)

    Obrigada por compartilhar a dica!

  64. Eu lixei com uma 120. Deu certinho! O truque é abrir bem as capas para não lixar o acabamento delas. Depois passei um pano com “Veja” diluído em água para desengordurar (a moça me explicou que é somente para capas que são plastificadas, que não soltam tinta). Ficou ótimo!
    Em relação à Miss Marple: Pois é!! hehehe
    Bem distante do que eu imaginei!
    Me diga Lady, você leu o Um Corpo na Biblioteca? Foi mudado muito o enredo na telinha?

  65. Marcelo, eu li, sim. Mais do que mudar o enredo, eles mudaram a pessoa criminosa! Quando vi isso até esqueci tudo o que tinha assistido até então… Foi muito chocante.

    Essa lixa 120 é parecida com a lixa de unha, né? Não o lado de desbaste, o lado de acabamento…

    E você vai participar do Desafio Trívia?
    🙂

  66. Lady Lucy,
    hehehe preciso pesquisar a respeito da lixa de unha… sei que é uma lixa fina… quanto a comparação…. não estou bem certo….
    Sinto muito pelo filme…. vou deixar para assistir depois que chegar a hora da leitura do livro…. acho melhor depois dessa informação..
    Pretendo participar sim… Um desafio é sempre bem vindo!!
    Já estão sentindo a ansiedade no ar? hehehe
    Parabéns à vocês!! Muitíssimo bem bolado!!!
    Um grande abraço a vocês dois.
    Até

  67. Marcelo, depende também da fábrica de lixas mas tem umas que são bem macias, parece até um veludo um pouco áspero. Geralmente são as que têm propaganda de candidato a vereador impressa.
    😆

    Ah, para apagar a má impressão que fiquei lá do O corpo na biblioteca, assisti ontem Testemunha de acusação, aquele do Billy Wilder, você já viu? Se tiver chance corra a assistir, é muito bom!

  68. Lady Lucy,
    Pode ter certeza que você melhorou a qualidade dos brindes para esse final de ano!! hehehe
    Você tem esse filme ou passou em algum canal?
    Esse mês tô de castigo… Não tenho HBO.
    E aí? Tudo preparado?
    O pessoal tá tinindo, heim??!! hehehe

  69. Marcelo, eu assisti no PC mas assim que puder vou comprar o DVD. Na quinta-feira posto meus comentários aqui no blog explicando por que vale a pena.

    E as suas respostas, cadê?
    🙂

  70. Lady Lucy,
    Tudo solucionado! vou somente checar e mais para o final de semana envio.
    Gostaria de saber se de alguma forma saberemos como é que vai a disputa. Se erramos e qual a questão. Isso será feito?

  71. Que bom que você (e tantos outros) vão participar, Marcelo. Mas quanto à sua pergunta, acho que num site de mistério o mistério é bem-vindo, não ? 🙂 Vou perguntar à Lady Lucy, mas acho que a idéia é manter o suspense até a última rodada, com alguns comentários ‘de surpresa’ de vez em quando… 🙂

    Um abraço a todos !
    Tommy

  72. Lady Lucy,
    Como é que estão as coisas? Muita correção aí?? heheheh A torcida e a ansiedade pelos resultados estão bem grandes!!
    Com todo esse trabalho, você está conseguindo ler também?
    Eu terminei aqui o “Sócios no Crime” e estou no “O Misterioso Senhor Quin”.
    Resolvi deixar para o final da lista a leitura do “Enquanto Houver Luz” (comecei a ler esse e desisti – senti diferença em estilo) e o “Café Preto”.

  73. Olá! Lendo teu comentário Marcelo… Enquanto Houver Luz é muito bom! *-*
    Alguns contos deste livro é de temática sobrenatural, não são muitos os que gostam dele mesmo. Mas eu particularmente adorei. =D

  74. Leandro
    Eu li poucas páginas do primeiro conto…, não deu pra fazer idéia real sobre o enredo. No momento, gostaria de algo bem gostoso de ler e estou encontrando isso nessa jornada AC. Nesse Enquanto Houver Luz, achei que a escrita do livro possui um estilo bem diferente, outro autor. Pensei em deixá-lo para o final por esse motivo. Essa informação de alguns contos com temática sobrenatural, já deu curiosidade!! Vou reavaliar isso! Obrigado pela dica.
    Um abraço

  75. Marcelo, desculpe a falta de resposta! Estou pegando vários trabalhos extras pra fazer (tenho que bancar o vício em AC, né??) e também relendo alguns livros aleatórios para bolar as perguntas do Desafio.

    O único livro que li por lazer neste período foi Spider’s web, novelização de Charles Osbourne para a peça de teatro homônima. Falar em diferença de estilo…

    Leandro, eu também gostei de Enquanto houver luz! Não entraria numa lista de favoritos, mas tem dois ou três contos ali que são muito bons.
    🙂

  76. Lady Lucy,
    não esquente não!hehehe imagino a quantidade de afazeres!
    Esse desafio está deixando minha leitura para trás! Fico chateado por não ter alguns livros onde buscar respostas.
    A luta aqui tá ferrenha!! hehehe
    Você encontrou diferença em estilo ou achou parecido? Não entendi tua colocação…
    Hoje, vou ler um pouco o Sr. Quin – Bem bolado o enredo…. estou ansioso pelo final, e pra variar é um livro de várias historias que merecem uma pausa entre um caso e outro.
    Vou ficando por aqui.
    Abraço a todos

  77. Cara Lady Lucy, eu tenho ao menos os dois primeiros livros
    o terceiro não tenho certeza, talvez esteja com minha irmã.
    se estiver interessada….

  78. Meu Deus!!! Achei o que procurava!!

    Um blog completo sobre a maior autora de todos os tempos!!

    Sabe o que é mais curioso, minha cara Lady Angkatell? Terminei de ler “A MAnsão Hollow” hoje… Conheci você há algumas horas!!!

    Parabéns! O conteúdo deste blog é incrível!!!

  79. Heheh… Aquela beeem abusada… Ma eu tenho uma preguntinha:

    O que vocês mais me recomendam ler da Agatha?

    bom, vai, eu tenho até que um repertório legal… Já li bastante coisa..

    Mas qual seria O livro???

    Brigada!

    Beijos

  80. Maria, bem-vinda! Os livros que me faltam atualmente são:
    . Morte na rua Hickory,
    . Desenterrando o passado,
    . Café preto,
    . O visitante inesperado,
    . os seis romances.
    Ai, meu pai amado, falta muito ainda.
    🙂

    Isa, muito prazer! 😆
    O que você achou de A mansão Hollow? Eu sou suspeita pra falar, sabe, mas reli recentemente e gostei ainda mais do que da primeira vez… Aliás, nesse processo de releitura, estou descobrindo coisas que não tinha percebido antes em quase todos os livros, então acabam sendo quase todos inéditos pra mim.

    Um que aconteceu isso foi “Depois do funeral”. O oposto também ocorre, um que eu tinha gostado antes me pareceu aborrecido na releitura (mas não vou contar qual foi, hehehehe].

    Mas eu sempre, sempre, sempre amarei Três ratos cegos. 🙂

    Beijos!

  81. Ahh, gostei de “A Mansão Hollow”!
    Achei o final diferente, até emsmo do estilo da dama… Gostei mesmo!

    Hum… Fiquei curiosa, não li Três Ratos Cegos nem tampouco Depois do Funeral…

    heheheh

    Acho que o livro dela que eu menos gostei até hoje foi A noite das Bruxas.. Achei meio estranho, sei lá…

    O meu preferido… Hum, Assassinato no Expresso do Oriente é quase clichê, Mas adoro! Gosto também de Morte no Nilo e Treze à Mesa.

    Obrigada pelas boas vindas! Como já disse, esse blog agora é página obrigatória para mim!

  82. Isa, está um pouco longe na minha lista de releituras mas essa sinopse do Submarino é bem acurada:

    Retratos psicológicos

    Este não é um romance comum. Diferente dos demais da autora e diverso do que até então se fazia. A razão é simples. Há pouquíssimas pistas materiais e Christie, de maneira incomum, aprofunda-se no estabelecimento do caráter e da psicologia das pessoas. Mas algumas coisas não mudam: há um reduzido círculo de pessoas sobre as quais pode recair a culpa, e a suspeita incide sobre cada um deles; existe um detetive amador; várias mortes acontecem. A descrição da mente do criminoso, feita pela autora, somada à caracterização psicológica dos personagens, adequa-se perfeitamente à história e à solução. E esta é de uma simplicidade e de uma clareza lógicas, que provocaram reações imediatas. Seus editores queriam que o final mudasse, o que ela se negou a fazer. Certamente, um de seus mais importantes e melhores livros. — por Antonio Geremias

  83. Cara Lady Lucy, não quis ler café preto, porquê
    me parece que não foi a própria Agatha que terminou o livro, por favor me digam que isso não é verdade. Dos romances , só li o retrato. Bem antes li a morte do Almirante, gostei muito. A maioria de meus livros é da Nova Fronteira e os outros de papel jornal da record, que eram mais acessíveis. Cada vez que sinto vontade de reler um dos livros dela é um deleite para minha irmã e eu.

  84. Olá amigos.

    Qual o livro da Nova Fronteira – super mico – rsss – que traz “uma história de Hercule Poirot”, sendo que na verdade é de Miss Marple?

  85. O Primeiro livro que li foi Assassinato no Expresso do Oriente, e confesso que me apaixonei pela forma como Agatha concegue prender o leitor e deixar a cada pagina uma expectativa maior.
    Seguido deste li O homem do Terno Marrom. Uma enorme surpresa o fim desta historia (plo menos pra mim…)
    Depois li Um corpo na Biblioteca…
    E agora leio 13 a mesa…

    O primeiro ke li, me prendeu tanto , que eu terminei em 7 horas…

    Me apaixonei… Mas pena ke so conheci Agatha a dois meses…
    … O inicio de um grande amor… rs

  86. O primeiro que li de Agatha foi “O misterio dos 7 relogios”.. desde entao tive uma sede insassiavel por leitura.
    O que mais gostei foi “O caso dos 10 negrinhos”, 10 pessoas, todas ex-criminosas e impunes por seus erros no passado presas numa mansao em uma ilha. Todos receberam um convite de um suposto milionário. Mas logo descobrem que estao ali para pagarem seus crimes do passado. Atraves de uma cantiga sobre 10 negrinhos (na cançao os 10 negrinhos passeiam e em cada lugar que vao um negrinho some por vez, como na musica da xuxa dos patinhos) um por um vai morrendo na casa. Impossibilitados de sairem da ilha eles descobrem a tal cantiga e entao começa a guerra psicologica pois sabem como a proxima pessoa irá morrer pois cada pessoa retrata um negrinho que se perderá (morrerá) como na musica, e sabem que um dentre eles é o verdadeiro assassino.

    Muito boa a pressão psicologica, os sentimentos humanos de auto-sobrevivencia e é claro a reviravolta na história quando se descobre o verdadeiro assassino.

    RECOMENDO!

  87. É maravilhoso saber que existem “tietes” da Agatha Christie além de mim e outros poucos que conheço.
    Encontrei este “blog” por acaso quando buscava informações sobre o filme Sense & Sensibility (Razão e Sensibilidade) cuja existência eu desconhecia até ontem à noite.
    Apesar de já ter ouvido falar da Dama do Crime, fui de fato apresentada a ela por uma amiga, no início de 2006, quando ela me recomendou “Porque não Pediram a Evans?”, com Bob Jones e Lady Frances Derwent. Depois vieram “O Misterioso Sr.Quin”, “Assassinato no Expresso do Oriente”, “Poirot Perde uma Cliente”, “A Testemunha Ocular do Crime”, e por aí vai…
    Desde então encontro-me irremediavelmente apaixonada pela vida e pelos romances de Agatha Christie, embora não tenha lido nem um terço da obra da romancista.
    Por fim, vou enfatizar a minha satisfação em conhecer este “blog” e os amigos “adoradores” da maravilhosa e única (pois nem Ruth Rendell, nem Edgar Allan Poe, nem ninguém pode superá-la ou substituí-la) Dama do Crime.

  88. Olá pessoal, como vão?
    Minha jornada continua… tentando ler sempre na ordem da lista
    Estou gostando muito de saber em qual livro estava a referência ou comentário citado no livro da vez.
    Estou agora lendo Os Crimes ABC (consegui incluir na minha leitura “O Gigante”, “A Morte do Almirante” e “O Retrato”).
    Tem uma citação aqui neste livro (Os Crimes ABC) que gostaria muito de saber qual é o livro de referência:

    – Se estou aqui para cooperar com você, devemos detectar um outro crime “com nata” – disse eu, rindo. (Capitão Hastings)
    – Ah, você se lembra ainda da observação do outro dia, hem? Diga-me, se pudesse encomendar um crime como escolhe o menu de um jantar, o que escolheria? (Poirot)

    Minha edição é do Círculo do Livro, pág. 19

    Lembro de ler “com nata” em algum dos livros anteriores porém, não consegui descobrir qual o título, alguém saberia?
    (já quebrei minha cabeça! risssss)
    Um abraço e muito obrigado

  89. Olá,
    Acabei de encontrar o site e achei maravilhoso.

    Tenho 32 anos e o primeiro livro de Agatha Christie que li foi “Os Crimes ABC”, acho que tinha uns 12 anos, e agora uma alma abençoada doou pra biblioteca municipal a coleção quase toda de Agatha Christie, não é jóia?
    E o melhor: minha filha tem 13 anos e adora ler, nunca tinha lido nada de Agatha Christie e aí de bobeira pegou um que eu estava lendo “Os três ratos cegos e outras histórias” e simplesmente ADOROU, está super empolgada e como ficou de férias ontem pretende ler muito, um dos livros que nós duas adoramos é “Um Crime Adormecido” esse eu li na adolescência e nunca esqueci e agora tive a oportunidade de reler. PERFEITO.

    Abraços a todos

  90. Olá pessoal!
    Lady, Marcelo e Tommy
    Descobri este site por acaso!
    Estava pesquisando por livros da Gisela…
    Então me deparei com o comentário do Marcelo dizendo que leu alguns livros da Gisela na época de 7ª /8ª série…
    Bom, eu era viciada nestes livros na época; comecei a lê-los na 5ª série (chegava a ler 2, as vezes 3 num dia só) e hoje estou atrás deles de novo por motivos já alegados aqui por vocês (vontade de ler de novo e passar para minha filha ler). Consegui achar alguns em sebos, mas tá difícil. Além da coleção da Gisela, tinha duas outras coleções no mesmo estilo (Coleção “A Inspetora”- 37 títulos e Coleção “Os Seis” – 19 títulos), não sei se algum de vocês conhecem.
    Caso interessar tenho a lista com todos os títulos das 3 coleções (só não tenho os livros, snif… Apenas alguns exemplares que fui catando em sebos). Vou deixar a lista dos da Gisela. (Marcelo, acho que ficou faltando alguns na sua lista).
    Títulos (são 15 ao todo e estão na ordem cronológica) Gisela e o Enigma…
    da Estatueta da Sorte
    do Vizinho Mal-Informado
    do Talismã da Felicidade
    da Orquídea Negra
    Chinês
    do Sétimo Degrau
    da Feiticeira
    do Apelo Silencioso
    do Bruxo de Malta
    do Cofre
    do Segredo de Família
    das Fotos Desaparecidas
    do Tapete Mágico
    dos Dobrões de Ouro
    do Parceiro

    Fora isso, também sou viciada em Agatha Christie. Comecei a ler na 8ª série (depois que esgotei as coleções citadas anteriormente). Já li todos os livros e há algum tempo venho fazendo o que o Tommy faz: relendo os títulos na ordem. E além disso tentando fazer um estudo mais detalhado de cada um.
    Tem um site em que se consegue baixar praticamente todos os títulos da Agatha (não sei se tem todos pq ainda não tive tempo de conferir, mas vou fazer isso assim que puder; eu vi por cima uns 95 títulos, entre histórias, contos e peças teatrais). Claro que ficar lendo os livros pelo computador não substitui um bom livro na mão, mas quebra o galho quando você não consegue achar o título para comprar.

    Algum de vocês já leu algum livro do Arsène Lupin (Autor: Maurice Leblanc) e do Raffles (Autor: Ernest William Hornung)? São histórias muito legais, mais ou menos no estilo de Agatha Christie (com enigmas para resolver, etc…)

    Bom, enfim, já escrevi demais por hoje… Gostei do site e, se quiserem, podemos trocar informações sobre os livros.
    Abraços a todos!

    • Oi, Cathy ! Obrigado pela mensagem e pela visita. Volte sempre ! Mau sapão: ainda não li nada com Arsène Lupin ou Raffles, mas pretendo ler. Grande abraço.

  91. Olá!
    Cathy
    Que surpresa os últimos cinco títulos da tua lista da Gisela (não os conhecia). Não era uma leitura bem legal?
    Que bom gosto! Não é Agatha Christie Mirim? (hehehe)
    Eu li esses livros quando estava na 4a. série, com uns 9 ou 10 anos. Agatha Christie é que fui conhecer mais tarde, na 7a. e 8a. série.
    Lembro da série “A Inspetora” naquele catálogo da Ediouro que víamos na escola (era Estadual, acreditam?) porém, nunca li nenhum título dessa coleção.
    Acho uma pena não ter esses livros para comprar hoje. Será que existe alguma forma de instigar “alguém” (Ediouros, hehehe!!!) a relançá-los?

    Lady Lucy e Jovem Tommy
    Minha leitura da Agatha Christie foi até “Os Crimes ABC”, dei uma paradinha….
    Li os quatro primeiros títulos de Sherlock Holmes (tinha curiosidade em saber porque tanta comparação e “disputa” de quem é o melhor – Sherlock ou Poirot?).
    Li também Memórias Póstumas de Brás Cubas. Sei que fujo um pouco do assunto aqui do site mas, estou escrevendo isso, porque continuo agradecendo à vocês dois, pela forma que aprendi aqui, a esmiuçar detalhes, saborear melhor uma ótima literatura.
    Tive muito prazer nessa jornada!
    Li rapidamente “O mundo de Sofia” e agora estou estudando melhor história para pegá-lo de “jeito”!!!

    Muito obrigado à vocês

    Um grande abraço a todos

    Marcelo

    • Também dei uma paradinha-paradona, mas acabei lendo este mês “O Caso do Hotel Bertram” fora de ordem… Vou ver se retomo a cronologia mês que vem, sem falta. Um abraço.

  92. Oi Tommy!
    Obrigada pelas boas vindas!
    Com certeza voltarei sempre! Acho que me achei aqui neste site!
    Falar com pessoas que entendem do assunto (e são tão fanáticas como eu em esmiuçar até os mínimos detalhes dos livros da Agatha) me faz sentir em casa.
    Abraços

    Oi Marcelo!
    É isso aí! Estilo Agatha Christie mirim. Pena que você não chegou a ler nenhum da “Inspetora”. Ia gostar. Era no mesmo estilo de Gisela. E como você, também conheci esses livros na Escola (Estadual) em que estudava.
    Quanto a relançá-los, já pensei em escrever para a tal da Ediouro ou para essa editora nova da L&PM Pocket (que está relançando vários títulos de város autores) e sugerir (pedir, imploraaarrrr) que reeditem estes da Gisela e Inspetora (como eram bons aqueles livrinhos de bolso… pelo tamanho e formato eram um convite à leitura… depois reclamam que os adolescentes de hoje não gostam de ler, mas o “povo” não colabora REEDITANDO os livros, hehehe). Mas fiquei só no “pensei”. Com 1001 outras coisas para fazer eu acabo deixando para depois e só lembro quando já desliguei o computador. Daí é muito empenho para ligar tudo de novo.
    Sábado último li A Teia da Aranha. Agora vou começar um que encontrei por acaso e nem sabia que existia (Poirot e o Mistério da Arca Espanhola e outras histórias). Veja só, entrei na livraria para comprar uma caixa de clips e me deparei com este livro na estante de lançamentos.
    E já que você tocou no assunto: o que achou de Sherlock Holmes? Quais você leu?
    Abraços

  93. Olá Cathy,
    Achei ótimo! Li os dois primeiros livros e os dois primeiros contos. Também quero ler na ordem (acho mais interessante).

    Achei legal você lembrar do formato dos livros da Ediouro.
    Realmente muito prático! heheheh. Ê saudade!!!!

    Abraços

  94. Oi Marcelo!
    Também gosto das histórias de Sherlock. Estou finalizando a releitura dos contos e livros. Tinha dado uma parada para ler um da Agatha e agora quero ver se termino os do Sherlock, também lendo na ordem (falta reler os seis últimos contos e os 4 livros; acabei deixando os 4 livros por último e, portanto, fora de ordem, porque é releitura e como são maiores demora um pouquinho mais para ler).
    E assim que terminar, volto aos da Agatha. (Não é questão de preferência por um ou outro; apenas porque consegui todos os do Sherlock e os contos são mais curtos e em menor número que os da Agatha, acabei começando por eles). Eu não sei você, mas as vezes me dá um “nervoso” porque quero ler todos os livros que aparecem e aí tenho que ficar “escolhendo” qual vai ser primeiro (hehehe).
    Também quero fazer a releitura dos livros do Maurice Leblanc (Arséne Lupin), não sei se você conhece (consegui comprar quase todos no sebo). Semana passada também adquiri mais alguns da Agatha Christie.
    Abraços

    • cathi, como vc conseguiu os livros da Inspetora? eu ando louca atrás desses livros, tô tentando encontrar e- books para download, mas até agora nada.

      • Olá Meire!

        Infelizmente os livros da Inspetora só se consegue encontrar em sebos (e ainda assim é muito difícil).
        Eu consegui 18 títulos da coleção até agora (são 38).
        Enviei um e-mail para a Ediouro e eles não têm intenção de reeditá-los por enquanto.
        Também não se encontra e-books para download.
        Tem uma comunidade no orkut (A Inspetora). Se tiver interesse, entra lá e me adiciona que daí podemos conversar melhor (se não daqui a pouco o Tommy expulsa a gente daqui, porque o site é sobre a Agatha Christie, hehe).

  95. Estava a procura de algum lugar onde pudesse encontrar livros da Coleção Gisela, e me vi deparada com esses comentários cheios de nostalgia. Nossa que maravilha!
    Todos os títulos relacionados pelo Marcelo (da coleção Gisela) eu li quando estava na 5ª série e depois foi um pulinho para Ágatha Christie, os quais ainda releio quando posso.

    Realmente não me lembro também dos títulos que a Cathy mandou, a não ser o Enigma das Fotos Desaparecidas, que tenho certeza que li apesar de não me lembrar da história. Também são mais de 30 anos..kkkkkk

    Gostaria que meu filho pudesse saboreá-los também. Se souberem onde posso encomendar .. Sou de Sorocaba e não tem tantos sebos por aqui.

    No mais , muito prazer em ver seus posts. Me senti em casa!

  96. Quase nao acreditei quando vi esse site com pessoas que gostam de ler contos dos grandes mestres do crime,principalmente da Grande Dama,Agatha Christie!Ja li quase todos os livros dela,pelo que me lembro,faltam apenas uns nove livros. Tambem ja li varios livros de Sherlock Holmes,Arsene Lupin,li tambem todos os livros da Serie Vaga-Lume,que saudades!O primeiro livro da Agatha que eu li e me fez apaixonada foi o Assassinato no Expresso do Oriente(tinha dezoito anos,hoje tenho 37),e nao canso de reler todos.sao meus grandes companheiros das sessoes de hemodialise,nas quais fico quatro horas ligada a uma maquina ,sentada ,sem poder me mexer.Quando estou lendo esqueço a dor e ate que eu estou la.Vou continuar visitando voces.

  97. eu comecei a ler com 13 anos, faz pouquissimo tempo pois tenho 15, pretendo comprar o máximo de livros da Agatha, li muitos como:
    os treze problemas
    os primeiros casos de poirot
    uma dose fatal
    e no final a morte
    morte na praia
    morte no caribe
    amei todos e quando a gente começa a ler nao da vontade de parar*

  98. Fantástico! Agatha Christie também pra mim foi a responsável pela ponte entre as fantasiosas histórias coloridas da infância e o devastador universo da psicologia adulta.
    E no caminho aparece Lucy Angkatell, com sua misteriosa e sábia ingenuidade.
    Esse blogue é um presente. Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s