Décadas e décadas de A Ratoeira

Apesar do título com erro, uma matéria interessante [de 01.08.2012] sobre o clássico A Ratoeira:

In the year The Mousetrap opened at the New Ambassadors Theatre in London’s West End, the 25-year-old Elizabeth Windsor ascended the throne, wartime tea-rationing came to an end and Vera Lynn was topping the charts with Auf Wiederseh’n Sweetheart.

If the logic of showbiz held firm, Agatha Christie’s drawing room murder-mystery should have ended its run before an ailing Winston Churchill handed over the British prime ministership to Anthony Eden in 1955 (Christie herself expected it to wrap up after four months).

However, unlike the hundreds of victims of Britain’s gleefully murderous Queen of Crime, The Mousetrap refused to die. It has seen off many of its founding cast, including Richard Attenborough, to become the longest-running play in theatrical history.

Since debuting in 1952 there have been upwards of 25,000 performances with more than 400 actors joining the revolving-door ensemble who each night gather in the Great Hall of Monkswell Manor in the middle of a snowstorm to play out the most famous guessing game in theatrical history.

Leia mais clicando aqui.

Veja outros posts sobre A Ratoeira em nosso blog clicando aqui.

Sobrevivente de caso que inspirou Agatha Christie lança livro

Capa d livro

Capa do livro

Atenção: o texto a seguir pode conter spoilers da peça de teatro A Ratoeira/The Mousetrap e do conto Três Ratos Cegos/Three Blind Mice.

O texto é a tradução livre de um artigo publicado no dia 23 de fevereiro no The Independent [leia o original em inglês clicando no link].

“Um livro de não-ficção baseado nos eventos que inspiraram A Ratoeira de Agatha Christie está previsto para ser publicado pela HarperCollins, anunciou o The Bookseller no dia 17 de fevereiro. Escrito por Terrence O’Neill, cuja história e testemunho à corte inspirou a peça de Christie, Someone To Love Us [“Alguém Para Nos Amar”, em tradução livre] será publicado em 4 de março [na Inglaterra; e no dia 1º de abril na Austrália].

Continuar lendo

A Ratoeira, 57 anos

Um clássico que atravessa gerações

Um clássico que atravessa gerações

O leitor Paulo Ferreira deixou um comentário aqui no blog a respeito da exibição de A Ratoeira em Londres. No site do fórum Mistério Juvenil há uma matéria a respeito de sua ida a esta duradoura montagem de Agatha, com ilustrações em torno da apresentação que ele assistiu, de número 23.522, em 08 de maio de 2009.

Clique no link abaixo para ler o texto de nosso visitante a respeito do teatro St. Martin’s Theatre (onde vem sendo montada desde 1974), da montagem e suas fotos tiradas no local:

http://misteriojuvenil.com/forum/viewtopic.php?t=2724

Agradeço a Paulo Ferreira pela dica.

Agatha por Heliodora

No site Pravda foi publicado um texto sobre a carreira da crítica de teatro e tradutora Barbara Heliodora citando, entre suas inúmeras obras, as traduções que fez para autores como Agatha Christie:

Dedica-se intensamente à tradução, figurando entre os seus trabalhos nesse campo muitas peças de William Shakespeare, tais como A Comédia dos Erros, Sonho de uma Noite de Verão, O Mercador de Veneza, Noite de Reis, Romeu e Julieta, César e Cleópatra, Rei Lear, entre outras; O Cerejal e A Gaivota, de Anton Tcheckov, Bodas de Fígaro, de Beaumarchais, Testemunha de Acusação e outras peças, de Agatha Christie; e os livros de teoria teatral O Teatro do Absurdo, A Anatomia do Drama, Brecht: dos males o menor, todos de Martin Esslin; Método ou Loucura, de Robert Lewis; e mais outro estudo sobre seu tema mais assíduo, Shakespeare, de Germaine Greer.

A matéria foi encontrada neste link.

Barbara Heliodora também traduziu “A Ratoeira”, sobre a qual falamos aqui em outubro de 2008:
A Ratoeira em Belo Horizonte/MG

A Ratoeira continua batendo recordes

Elenco de A Ratoeira na certificação do Guinness

Elenco de A Ratoeira na certificação do Guinness

No dia 25 de novembro último, a montagem de A Ratoeira em Londres completou 56 anos de apresentações e recebeu um certificado do Guinness World Records confirmando que esta é a peça há mais tempo no palco.

O produtor da peça,  Sir Stephen Waley-Cohen, disse que espera que a peça continue em cartaz para sempre. O neto de Agatha Christie, Matthew Pritchard, disse que levará seus próprios netos ao teatro no próximo mês e que isso significará que cinco gerações da família assistiram à peça.

Dos números curiosos deste recorde constam as 116 milhas de camisas passadas a ferro e 415 toneladas de sorvete vendidos no teatro.

Fonte
Official London Theatre Guide

Site oficial www.the-mousetrap.co.uk

A Ratoeira em Belo Horizonte/MG

Elenco da peça em SP

Elenco da peça em SP

Considerada a peça que está a mais tempo em cartaz no mundo – estreou em 1952 no Ambassadors Theatre -, A Ratoeira, de Agatha Christie, chega aos palcos belo-horizontinos com direção de João Fonseca.

O texto apresenta uma trama típica dos mistérios da escritora britânica: um hóspede é assassinado no quarto de um hotel em uma noite de tempestade. Todos os hóspedes são apontados como suspeitos.

Agatha Christie vendeu os direitos da peça para uma versão cinematográfica, mas em contrato exigiu que o filme só fosse feito depois que a peça saísse de cartaz. Como a peça é encenada há 54 anos em Londres, o filme nunca saiu do papel.

Ficha Técnica:
Autora: Agatha Christie
Tradução: Bárbara Heliodora
Direção: João Fonseca
Elenco: Rogério Froés, Daniela Olivert Fabrício Belsoff, Carolina Portes, Moacyr Siqueira, João Cunha e Keli Freitas
Cenografia: Nello Marrese
Figurino: Kalma Murtinho
Iluminação: Luiz Paulo Neném

Local: Teatro Sesiminas (INFORMAÇÕES)
Preço(s): R$ 30,00.
Data(s): 3, 4 e 5 de outubro de 2008.
Horário(s): sexta e sábado, 21h; domingo, 20h.
Observações: Classificação: 12 anos

A Ratoeira: contrato renovado

Contador de apresentações

Contador de apresentações

Do site London Theatre Guide, publicado em 27/08/08:

O suspense A Ratoeira, de Agatha Christie, apresentado à longo tempo, anunciou um novo período de seis meses de reservas para as encenações de 3 de novembro de 2008 a 16 de maio de 2009 no Teatro Saint Martin.

Dirigida por David Turner, a trama de A Ratoeira é um dos segredos mais bem guardados do West End, e é solicitado ao público que mantenha a identidade do/a assassino/a trancada em seus corações.

Escrita originalmente como peça de rádio, a peça em atividade há mais tempo no mundo assinala mais de 20 mil apresentações.

Mais de dez milhões de pessoas assistiram ao clássicoo de Agatha Christie desde a sua estréia em 25 de novembro de 1952 com Richard Attenborough e Sheila Simms nos papéis principais. Desde então mais de 336 atores e atrizes atuaram na peça, que tem sido encenada em 44 países e foi traduzida para 24 idiomas diferentes.

Em 2000 o cenário foi trocado pela primeira vez durante a temporada no Teatro St Martin, mantendo o design original. Essa tarefa foi executada em um fim de semana e nenhuma apresentação foi perdida.

No pior acordo cinematográfico do mundo, os direitos para cinema de A Ratoeira foram vendidos em 1956 com o pré-requisito de que o filme não poderá ser lançado antes de se passarem seis meses após a última performance da peça.

Um ator, David Raven, interpretou o papel do Major Metcalf em 4575 performances de julho de 1958 a novembro de 1968.

Nancy Seabrook foi a substituta para o papel de Mrs. Boyle durante 15 anos, até 1994. Ela entrou em cena 72 vezes.

Agatha Christie tornou-se Dama do Império Britânico em 1971; ela faleceu em 12 de janeiro de 1976 aos 85 anos.

Leitura complementar
The Mousetrap – site oficial
The Mousetrap – entrada no Wikipedia

Notícias de teatro

Amadeus Community Theatre

Amadeus Community Theatre

A Testemunha da Acusação permanece em cartaz em Nashville, TN/EUA, até 24 de agosto.

Her suspenseful courtroom drama Witness for the Prosecution gets a new retelling on the boards in a revival directed by Chuck Burgess. The story, is of course, best remembered as a scintillating 1957 movie starring Charles Laughton, Tyrone Power and Marlene Dietrich. (Tennessean)

A companhia teatral amadora UB Players encenará A Ratoeira no próximo mês em Ulaanbaatar, na Mongólia.

The latest UB Players incarnation, The Mouse Trap, is a murder mystery written by Agatha Christie. The play is the longest running stage show in the world, and has been continuously performed since 1952. It was originally conceived as a radio play called Three Blind Mice, which itself was based on the real-life case of a young boy, Dennis O’Neill, found dead while under foster care. (The UB Post-Leading News)

Continuar lendo

Notícias de teatro

A companhia Actors Circle, de Scranton, PA/EUA, iniciou audições para o elenco da peça Go Back For Murder (Os Cinco Porquinhos).

The play is about a daughter’s effort to have her mother’s conviction for murder reversed after the women’s execution some 20 years ago. Using flashbacks, each character offers a differing viewpoint on the murder until one scene reveals the unreliability of recall. (Citizens Voice)

A peça A Ratoeira será encenada por duas companhias na região de Atleboro, MA/EUA.
Em janeiro de 2009 em Pawtucket, pela The Community Players, de atores amadores.
Em outubro de 2008 em Mansfield, pela MMAS, também de atores locais.

A ratoeira também será encenada em Málaga, na Espanha.

Además, a lo largo de todo el verano, el Ayuntamiento ha previsto un amplio programa cultural que traerá a Diego El Cigala, el próximo 23 de agosto, o la celebración del tercer certamen de teatro clásico al aire libre, que en esta edición tiene como protagonista a la compañía Eslava que representará obras como La Ratonera, de Agatha Christie, La extraña pareja o Los marqueses de Matute. (Malaga Hoy)

A companhia Lyric Arts de Anoka, Minnesotta/EUA, encenará três peças curtas de Agatha Christie em duas horas de apresentação. Cada peça terá elencos e diretores diferentes.

The one-act plays include “The Rats,” “An Afternoon at the Seaside” and “The Patient.” “All three plays are centered around mysterious crimes, keeping the audience on the edge of their seats,” said production manager Joanna Diem. (ABC Newspapers)

Notícias de teatro

No dia 5 de agosto uma audição em Salt Lake, EUA, escolherá os intérpretes da peça A ratoeira, a ser encenada no dia 29.

Director Jacob Bruner asks those auditioning to bring a non-memorized piece from any British drawing room drama or comedy from the early 20th century. Tryouts can also feature a one-minute reading from an Agatha Christie novel. (Salt Lake Tribune)

A mesma A Ratoeira está em cartaz em Naples, MY/EUA, até 3 de agosto.

“The original London production has been running for 56 years!” the theater’s artistic director, Karin Bowersock, stated in a prepared release. “If you’ve never seen it, you are sure to be on the edge of your seat — and, in the tradition of the original production, we ask those who have seen the play not to reveal the solution to the mystery.” (MPN Now)

Notícias de teatro

Duas críticas positivas para a montagem da peça Convite para um homicídio, encenada na cidade de Minneapolis nos EUA (v. nota da semana passada).
De William Randall Beard para o Star Tribune:

In Theatre in the Round’s current production of “A Murder Is Announced,” Wendy Freshman falls more toward the daffy end of that spectrum. But while she makes the character sweet and amusing, she plays her with a sly wit that makes the sleuth genuinely engaging.

De Renee Valois para o Pioneer Press:

My husband, a mystery novelist, quickly figured out who did it, but I wasn’t absolutely sure until it was pretty obvious.
(…)
The show runs nearly three hours (including intermissions) and could have been trimmed to a tauter two acts. However, anyone who craves a puzzle most likely will find this “Murder” an amusing way to kill an evening.

Continuar lendo

Notícias de teatro

A Ratoeira será encenada até dia 19 de julho em Ithaca, NY/EUA. Como de costume, pede-se que não revelem o nome do culpado.

Another pice of “The Mousetrap” history involves a ritual of asking the audience not to share the surprise ending. I won’t, obviously, but there are several twists, not just one — and it’s hard to say that they’re unexpected, since the story is designed to have the audience suspecting everyone. But 23,000, remember? Maybe my mom was right: asking nicely really does work. (Thie Ithaca Journal)

O escritor Dwight Hobbes convida a platéia para assistir a peça Convite para um homicídio em Minneapolis, Minnesota/EUA, em cartaz até 20 de agosto.

In the tiny English village Chipping Cleghorn, a classified ad in the local newspaper gives the exact date, time, and place that a homicide will take place. Unable to resist the mysterious invitation, a crowd begins to gather at Little Paddocks. And, sure enough, right on schedule at the announced time, the deed is done.( Twin Cities Daily Planet)

Notícias de teatro

A montagem de O caso dos dez negrinhos, da Agatha Christie Company, prossegue em sua turnê pela Inglaterra. Sua parada mais recente foi Oxford.

The Christie whodunnit, has been touring since January and Alex (Ferns) says it has been good fun, but he admits that he wasn’t a big fan until he took the part.
“I have vowed to read a coupe of her books while I am on holiday in France,” he said. (Swindon Advertiser)

Outra matéria sobre a estréia de Um visitante inesperado em NY/EUA, conforme nota da semana passada.

Dame Agatha Christie, the most famous creator of murder mysteries, was born in 1890 and worked as a hospital dispenser during the First World War. Her first detective novel, The Mysterious Affair at Styles (1920), introduced Hercule Poirot, the Belgian hero who was to appear in many subsequent novels and plays. (HULIQ)

Continuar lendo

Notícias de teatro

O crítico Charles Shubow assistiu à mesma montagem de A Ratoeira que Nelson Pressley (v. notas da semana passada) e teve uma opinião diferente dele a respeito da qualidade da obra.

The Mousetrap began as a short story. Queen Mary, a huge Christie fan, commissioned the work in 1947 and it was initially presented as a radio play broadcast on the BBC in 1952 with the title Three Blind Mice. On October 6, 1952, after a seven-week tour, the play opened in London at the Ambassadors Theatre, later transferred to the St. Martin’s Theatre in 1974 where you can STILL see this show which is labeled as the longest running play in the world (with over 23, 000 performances). And when you see this mystery of the Olney Theatre Center, you can understand why. (Broadway World)

A ratoeira também está em cartaz em Duluth, Minnesota/EUA, até 16 de julho.

Christie, undisputed grande dame of mystery writing, infuses each of the survivors with suspicious characteristics, which Director Tom Isbell’s cast members disclose with just the right balance of subtlety and clarity. (Duluth News Tribune)

Continuar lendo

Notícias de teatro

Harry A. Winter, Jeffries Thaiss and Julie-Ann Elliott play a dangerous game of cat-and-mouse in Olney's production of "The Mousetrap." (By Stan Barouh -- Olney Theatre Center)O colunista Nelson Pressley compara A ratoeira a um queijo maturado.

Christie drew this gallery as slightly absurd, which is how Going’s cast pointedly plays it. They are meant to get on each other’s nerves, if not to drive one another to outright murder. (…)
It’s generally entertaining to watch this simple drama play out — not killer stuff, but a guilty pleasure. (Washington Post)

Convite para um homicídio foi encenada pela companhia Kentwood Players em Hermosa Beach, California/EUA.

This whodunit features the usual large list of suspects expected in Christie writings. But, the more suspects there are, the harder it is to guess who committed the crime(s). The plots are not transparent, but, at the same time, it is ghastly keeping up with the details with all those under suspicion. In reading her books (or watching a DVD), the mystery connoisseur will read and reread to grasp an understanding and catch the little innuendos leading to the arrest. This is, of course, quite impossible with live theatre. There is no instant replay. (Easy Reader)

A montagem do Caso dos dez negrinhos pela companhia oficial inglesa chega a Birmingham.

This production is set in August 1939, to coincide with the publication of the original novel. You can only marvel at the willingness with which members of the middle-class, both young and decrepit, on the brink of the Second World War would pack their bags at the prospect of a free country house weekend at the expense of a complete stranger. (Birmingham Post)

Continuar lendo

Notícias de teatro

A Ratoeira ficou em cartaz de 11 a 16 de junho em Washington DC, EUA.

Once a staple in Olney’s theater season, summer mysteries finally return after a 25-year hiatus. Whether you’ve seen it a dozen times, or not even once, The Mousetrap is a Dame Christie classic. (WAMU)

A mesma peça ganha nova montagem em Hickory, NC/EUA.

Once a staple in Olney’s season, the summer mystery play makes a comeback after a 25 year hiatus with Agatha Christie’s The Mousetrap. “No play or genre has been more requested by Olney patrons than Agatha Christie murder mysteries. In response to that demand, we are happy to return the Olney tradition of the summer thriller,” said Artistic Director Jim Petosa. (HULIQ)

Continuar lendo

Notícias de teatro

O crítico teatral Rohini Chaki apontas os problemas de Hora Zero, encenada em Calcutá, Índia.

When cardboard lovers become papier mâché villains, “the simple art of murder” that Raymond Chandler speaks of becomes too contrived. Theatrician’s latest production, Agatha Christie’s Towards Zero, looks slick but leaves the audience dissatisfied. Originally written in the form of a novel, Towards Zero was dramatized by Christie in collaboration with Gerald Verner in 1956. It is among her weaker whodunnits, lacking in verisimilitude, with an implausible plot, an assortment of clues that fools nobody, and a shoddy, unimaginative ending. (The Telegraph)

Continuar lendo

Notícias de teatro

Na semana passada não tive tempo de montar o post com as notícias sobre as peças de teatro de Agatha Christie, assim, hoje temos duas semanas acumuladas – e ainda nada no Brasil…

A companhia teatral oficial levou O Caso dos Dez Negrinhos a Mansfield, na Inglaterra, na semana de 25 de abril.

THEATRE-GOERS are in for a treat as the Agatha Christie Company showcases the highly-acclaimed production of suspense classic And Then There Were None at Nottingham’s Theatre Royal.
The play tells the story of 10 strangers who are lured to a remote island off the coast of Devon, but when they arrive they discover that their host – an eccentric millionaire – is missing. (Chad)

Continuar lendo

Notícias de teatro

Um apanhado das notícias da semana sobre encenações teatrais de obras de Agatha Christie nos Estados Unidos.

Richmond, IN/EUA, recebe Testemunha da Acusação até 12 de abril.

Twists and turns are the name of the game in “Witness For The Prosecution,” which opens this weekend at Richmond Civic Theatre.
Written by Agatha Christie, the play is a “mystery of love, deceit and murder.” (Palladium Item)

Continuar lendo

Notícias de teatro

Um apanhado das notícias da semana sobre encenações teatrais de obras de Agatha Christie no Canadá e nos Estados Unidos.

cast members Norm Shaver, left to right, Dustin Crispell, Barbara Krauss, Brandon Dickerson, Stacey Jo Oropello, Catherine Russo, Mike Galacci and Mike Carlson.Em Elmira, NY/EUA, a companhia da Waverly Opera House encena A Ratoeira até 13 de abril.

“It’s typical Agatha Christie, the fun is figuring out who done it and it’s not who you think it is,” says Barbara Cameron Caum, the play’s director. “It’s such a wonderful play.” (Star Gazette)

Continuar lendo

Notícias de teatro

(Photo by Tom Thelen | LCN)Um apanhado das notícias da semana sobre encenações teatrais de obras de Agatha Christie na Inglaterra, nos Estados Unidos e na Índia (Bangladesh). Infelizmente, ainda não foi desta vez que tivemos alguma novidade no Brasil.

A Ratoeira foi encenada na Portland High School (EUA) 13, 14 e 16 de março.

When it comes to plot development and intrigue, few playwrights do it better than the master of the sleuth, Agatha Christie. This winter, the Portland High School Drama Club members are bringing to the stage their performance of the world’s longest running play, “The Mousetrap.” (Lansing State Journal)

Continuar lendo

Notícias de teatro

Chloe Newsome and Alex Ferns star in And Then There Were NoneUm apanhado das notícias da semana sobre encenações teatrais de obras de Agatha Christie na Inglaterra e nos Estados Unidos. Infelizmente, ainda não foi desta vez que tivemos alguma novidade no Brasil.

Em Pittsburgh, EUA, a peça A Ratoeira estará em cartaz até 15 de março..

Upon questioning, director Sam Minehart, who has been a frequent actor, director and producer at Butler Little Theatre and also serves as publicity director, admitted that the theater’s play-reading committee chose “The Mousetrap” because of the author’s popularity and because their audiences enjoy mysteries. (Post Gazette)

Continuar lendo

Notícias de teatro

Cena da peça The Hollow, encenada pelo Playmakers sob direção de Kay FilesA semana retrasada foi fraca em novidades sobre as peças de teatro baseadas em obras de Agatha Christie. Nesta semana as coisas melhoraram um pouco.

O site Nola.com traz uma entrevista curta com a diretora Kay Files, que está com A Mansão Hollow em cartaz em Nova Orleans/EUA, conforme notícia de duas semanas atrás.
Continuar lendo

Notícias de teatro

Elenco da montagem The Mousetrap, do grupo Chanticleers TheatreUm apanhado das notícias da semana sobre encenações teatrais de obras de Agatha Christie: muitas peças a estrear em inglês agora em fevereiro. Se viajar para a Inglaterra ou para os Estados Unidos, pode aproveitar para incluir na sua agenda.

A Ratoeira em Castro Valley, Califórnia/EUA.

Agatha Christie’s thriller, “The Mousetrap,” still scares audiences with its menace and murder as it has been doing in London’s West End theatrical district since 1952. The longest running play in Continuar lendo