Tony Curtis: Grande perda para o cinema mundial

O ator Tony Curtis, astro de clássicos como “Quanto Mais Quente, Melhor”, faleceu nos EUA aos 85 anos de acordo com informações de sua filha, a também atriz Jamie Lee Curtis em 30.09.2010. Tony Curtis fez parte do elenco do filme “A Maldição do Espelho”, baseado em uma dos melhores livros de Agatha Christie de mesmo nome. No elenco, além de Curtis, nomes como Angela Lansbury (que fazia Miss Marple), Geraldine Chaplin, Edward Fox, Rock Hudson, Kim Novak e Elizabeth Taylor.

Leia mais sobre Tony Curtis clicando aqui:
http://cinemagia.wordpress.com/2010/09/30/tony-curtis-1925-2010/

Leia o post de A Casa Torta sobre “A Maldição do Espelho”:
https://acasatorta.wordpress.com/2008/03/20/a-maldicao-do-espelho/

Anúncios

Motivações para o crime… em 1937

A Morte no Nilo, capa do Círculo do Livro

A Morte no Nilo, capa do Círculo do Livro

— Não creio que o sr. Pennington seja capaz de matar alguém. Ele me parece tão seco, tão gelado, como se não tivesse sangue nas veias…

— Creio que ele possui um forte instinto de preservação.

— Pode ser. E que diz da sra. Ottebourne, com seus ridículos turbantes ?

— Por vaidade…

— Vaidade ? Como motivo para um assassinato ? — perguntou a sra. Allerton, duvidando.

— Os motivos dos crimes são, às vezes, muito triviais, madame.

— Quais os mais comuns ?

— O dinheiro é o mais frequente. Isto é, o obtido das mais diferentes formas. E há a vingança… o amor, o medo, o ódio, a filantropia…

— M. Poirot !

— Não se espante, madame. Já vimos casos em que A matou B para que C pudesse lucrar. Se uma pessoa é considerada nociva para a civilização, sempre aparece alguém bem-intencionado para matá-la, esquecendo-se de que a morte e a vida são privilégios do bom Deus — concluiu Poirot, com gravidade.

(Trecho de “A Morte no Nilo” (1937), página 64, edição Círculo do Livro, tradução de Barbara Heliodora)