Frases (e fases) de Agatha

O site Awebic listou 88 frases atribuídas a Agatha Christie (não conferimos todas):

88 frases de Agatha Christie para quem ama pensar e ser impactado

Meu caro Monsieur Poirot, como posso dizer? É como a lua quando o sol sai. Você não sabe mais que está lá. Quando conheci Linnet, Jackie não existia.

Galileu: Ilustrações de Bernardo França sobre a vida de Agatha

As figuras abaixo estão na matéria “Agatha Christie: conheça a vida da “rainha do crime” em 5 ilustrações” (onde, na verdade, estão 6 ilustrações…) do site da revista Galileu: leia o texto clicando aqui. O ilustrador é Bernardo França.

The Guardian: O modismo dos bigodes… e Agatha

Matéria do The Guardian de 05.10.2022 fala sobre bigodes… e Agatha!

(…) “Moustaches draw the eye to the centre of the face,” says Chris Foster, creative director of the Refinery hair salon in Mayfair, where I have come to have my stubble shaped into a Rhett Butler. “For men with chubby faces, they’re more flattering than a beard.” Beards were the clear winner of the 2010s, making the leap from uncoolness to near-ubiquity. But it’s impossible to bring hipster beards back, because everyone still has them. This leaves the field open for moustaches, their more rococo cousin. (The rise of the mullet is another way this plays out, and tragically the two are not mutually exclusive.)

Wearing mine in the streets feels like walking around with an edgy new friend: one I’m not sure my other friends will like, one liable to make a dirty joke in polite conversation. Early reactions to my new look range from “I can’t take you seriously” to “You look like an Agatha Christie villain”. They could be reflecting my own awkwardness. “I can’t remember what you looked like before, honestly,” yawns my friend Suzie. As compliments go, thin beer; but at a book launch, Grayson Perry tells me the moustache looks good, and he has won a Turner prize. (…)

Leia o artigo completo (“‘You look like an Agatha Christie villain!’ The moustache is back – but should it go away again?”) clicando aqui.

Portal do Destino: Plantas dos jardins dos Beresford e seus vizinhos

Várias plantas com nomes curiosos e algumas não muito comuns por aqui são citadas em “Portal do Destino”, a última participação de Tommy e Tuppence Beresford nos livros de Agatha Christie (“Postern of Fate”, de 1973). Algumas delas estão listadas aqui:

— RAINHA-CLÁUDIA

“Greengage” = The greengages are a group of cultivars of the common European plum. The first true greengage came from a green-fruited wild plum which originated in Iran (Persia). Greengages are grown in temperate areas and are known for the rich, confectionery flavour. They are considered to be among the finest dessert plums. [Fonte: Wikipedia]

No site Amelia Palmela:

Nome científico: Prunus Sátiva.
Nomes populares: Ameixeira Rainha Claudia Verde, pruna.
Variedade: Rainha ClaudiaVerde.
Família: Rosaceae.
Origem: Espanha.

Generalidades: As ameixeiras são da zona temperada (Rainha Claudia Verde, Stanley e President), e por isso precisam do frio no inverno, embora se adaptem melhor a altitudes entre 600 e 1000 m. Embora a floração seja tardia, também pode ser afetada pelas geadas da primavera. As ameixas japonesas são árvores da zona quente-temperada (Golden Japan, Red Beauty, Black Gold, Santa Rosa e Black Diamond), elas também sofrem muito com invernos amenos, após os quais a vegetação começa com dificuldade.

No InfoPedia:

1. BOTÂNICA variedade de ameixeira (Prunus domestica) que produz frutos pequenos, doces, de coloração esverdeada ou amarelada; caranguejeira
2. fruto dessa variedade de ameixeira; carangueja, caranguejeira

Do francês reine-claude, «idem», a partir da expressão prune de la reine Claude, «ameixa da rainha Cláudia», rainha consorte de França por casamento com Francisco I (1494-1547), que viveu entre 1499 e 1524

No site SerrAlves:

A variedade Rainha Cláudia parece ter sido introduzida em França no Séc. XVI pelo botânico Pierre Belon. A esta variedade de ameixeira, a esposa do rei François I, grande apreciadora dos seus frutos, deu o seu próprio nome: “Reine Claude”. A sua origem é no entanto muito mais antiga remontando provavelmente à antiga Grécia. Muito cultivada em França desde então, a ameixeira Rainha Cláudia deu origem a numerosos híbridos e mutantes, constituindo uma grande diversidade de cultivares, que os agricultores foram propagando ao longo dos anos.

Sobre a Rainha Claudia:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cl%C3%A1udia_de_Fran%C3%A7a

— ERVA-DEDAL

“Digitalis purpurea” = A Digitalis purpurea L., comummente chamada dedaleira, pelo formato de suas flores que lembram dedais, é uma erva lenhosa ou semilenhosa da família Scrophulariaceae, nativa da Europa. É usada como planta ornamental, com inúmeras variedades hortícolas de flores róseas ou brancas. É excelente para bordaduras e maciços, jardineiras ou vasos. Se impedida de terminar o ciclo através do corte de uma inflorescência murcha, a dedaleira torna a florescer. [Fonte: Wikipedia]

No InfoPedia:

Digitalis purpurea: planta herbácea, venenosa, de que se extrai a digitalina, pertence à família das Escrofulariáceas e tem flores tubulosas em forma de dedal, de coloração rósea ou branca, sendo também conhecida por abeloira, digital, dedaleira, tróculos, etc.

Um post sobre ela de 2008:
https://acasatorta.wordpress.com/2008/11/14/digitalina/

A digitalina, aliás, é um dos posts mais visitados (sobre venenos, junto com estricnina e ricina) deste nosso A Casa Torta desde a sua criação. Veja a seção Crimes Reais & Venenos:
https://acasatorta.wordpress.com/category/crimes-reais-venenos/

— HELÉBORO-BRANCO

No site Ervas e Insumos:

O Heléboro Branco é uma planta bulbosa e que possui um caule robusto. Ela apresenta uma altura de aproximadamente 60 a 120 centímetros. O rizoma é pequeno e cilíndrico. As folhas basais são verticiladas, largas, variando de elípticas para lanceoladas e com nervuras. A inflorescência é disposta em racemo medindo de 30 a 60 centímetros de comprimento e as flores são de cor branco-amareladas.

No WikiSpecies:

Planta medicinal, tóxica, da espécie Veratrum album:
https://species.wikimedia.org/wiki/Veratrum_album

No InfoPedia:

Planta herbácea, perene e rizomatosa, encontrada na Europa e na Ásia, tem caules eretos e pubescentes que atingem cerca de 1,75 metros de altura, folhas basais grandes de formato lanceolado ou obovado e flores alvacentas em panículas densas, sendo as raízes e as sementes ricas em alcaloides utilizados medicinalmente e como pesticida.

— CAPIM-DOS-PAMPAS

No site da revista Casa e Jardim em 2021:

O capim-dos-pampas (Cortaderia selloana) ficou conhecido por suas inflorescências, que parecem grandes plumas de coloração branca, amarelada ou arroxeada. Além do uso em arranjos, a espécie é indicada para criar maciços em jardins e até cercas-vivas. Isso graças a seu impressionante tamanho: suas folhagens podem atingir até 3 m de altura.

No site Flores e Folhagens:

O Capim dos Pampas – Cortaderia selloana é uma herbácea rizomatosa, pertence à família Poaceae, nativa do sul do Brasil e Argentina, perene, ereta, entouceirada, de 1,5-3 metros de altura e com o mesmo em largura. Possui numerosos colmos e densa folhagem. Folhas lineares, longas com 1-2 metros de comprimento e 1 cm de largura, com arestas bem afiadas que podem cortar, de cor verde azulada ou cinza-prateado. Inflorescências constituidas por plumas grandes, densas, branco-prateadas. Ocorre uma forma de plumas arroxeadas e outra rara amarelada. Surgem no verão e outono.

— LOURO-RAJADO

“Freijó” = Cordia goeldiana é uma árvore da família Boraginaceae, nativa da América do Sul. Possui diversos nomes populares tais como: freijó, frei-jorge, freijó-branco, freijó-preto, freijó-rajado, freijó-verdadeiro, louro-freijó, brazilian-walnut (USA), laurel-blanco (América Latina), salmwood (UK). [Fonte: Wikipedia]

Wagatha Christie: Um caso estranho (cujo trocadilho a Dama do Mistério não merece)

Tudo começou com uma briga entre esposas e um julgamento…

“WAGatha Christie” chega a julgamento. A intriga e o glamour que opõe as mulheres de dois futebolistas – Rebekah Vardy está a processar Coleen Rooney por difamação depois desta a ter acusado no Twitter de ter enviado informações sobre a sua vida pessoal para o The Sun e não ter pedido desculpas. Um caso cheio que está a atrair os olhares públicos no Reino Unido.

Leia mais no site Sábado (de Portugal) clicando aqui.

Também no F5 brasileiro:
‘Wagatha Christie’: Briga entre mulheres de jogadores de futebol vai parar na Justiça

Um trecho:

Um julgamento por difamação está tomando conta dos tablóides da Grã-Bretanha. Apelidado de “Wagatha Christie”, o julgamento entre Coleen Rooney, 36, e Rebekah Vardy, 40, começou nesta terça [10.05.2022], mas os problemas entre as duas influenciadoras se iniciaram há três anos.

Em 2019, Rooney divulgou que alguém estava assistindo seus Stories privados no Instagram — na lista de melhores amigos — e vazando detalhes de sua vida pessoal para a imprensa. Após uma longa operação de investigação, a esposa de Wayne Rooney, ex-astro do futebol, descobriu que a culpada era Vardy.

A esposa de Jamie Vardy, também uma estrela do futebol, negou qualquer envolvimento e afirmou que a acusação trouxe uma corrente de abuso verbal do público, o que poderia prejudicar sua gravidez na época. Em 2020, ela iniciou um processo civil por difamação.​

O caso está em julgamento no Supremo Tribunal de Londres, que supervisiona os processos civis mais importantes na Grã-Bretanha, e deve durar uma semana. Segundo o jornal The New York Times, Hugh Tomlinson, advogado de Vardy, disse no tribunal que a influenciadora acredita que a culpada poderia ter sido sua agente, Caroline Watt.

No site da BBC:

Today the “Wagatha Christie” trial starts in the High Court, with Rebekah Vardy suing Coleen Rooney for libel. Set to last for seven days, it has also been described as “Wags at war”.

Mrs Rooney, 36, and Mrs Vardy, 40, are now both successful brands in their own right, but first became famous through their footballing husbands – Wayne Rooney, 36, England and Manchester United’s all-time leading goalscorer and Jamie Vardy, 35, who famously fired Leicester City to the Premier League title. He actually made his England debut in 2015, coming on as a substitute for Rooney against the Republic of Ireland.

Leia mais (e entenda quem são essas personagens) em
https://www.bbc.com/news/entertainment-arts-61349184

O caso gerou a tal expressão criada por Phoebe Roberts:

One person who will be following the case very closely is Phoebe Roberts, the original creator of the phrase “Wagatha Christie”.

She now lives in Belgium where she is a film curator, but back in October 2019 she was a new mum in London, holding her three-month old baby in one arm while scrolling on her phone with the other, when she saw Coleen Rooney tweet about her online detective work.

“It was this amazing story with the dot dot dot ending,” she recalls. “It had a lot of drama in it. So, I was just like, this is a detective novel or something, and that’s when I came up with Wagatha Christie.

E uma série de vídeos:

https://www.bbc.co.uk/sounds/brand/p0c4ks17

No site da CBS, em 12.05.2022:
‘Wagatha Christie’ explained: Everything to know about the ongoing Rebekah Vardy, Coleen Rooney libel case

Enfim… não sabemos como será o fim deste novelo. Só sabemos que Agatha Christie não merece essa “citação”…

Encontro com a Morte: Relembrando Carrie Fisher

Muita gente se lembra da saudosa Carrie Fisher como a icônica Princesa Leia Organa de “Star Wars”. A atriz, falecida aos 60 anos em 2016…

Carrie Fisher (1956-2016)

… estreou em “Shampoo” (1975) e fez dezenas de outros filmes para cinema e TV. Entre eles, deu vida, em 1988, a Nadine Boynton em “Appointment with Death”, versão cinematográfica de nosso velho conhecido “Encontro com a Morte”, livro lançado por Agatha Christie em 1938 (o filme, no Brasil, foi chamado de “Encontro Marcado com a Morte”).

O elenco era de peso: Peter Ustinov (Hercule Poirot), Lauren Bacall, Piper Laurie, John Gielgud, entre outros.

Ficha do filme no IMDB:
https://www.imdb.com/title/tt0094669/

The World of Agatha Christie: Um quebra-cabeça em homenagem à Dama do Mistério

O site Literatura Policial conta que os fãs de Agatha Christie agora têm à sua disposição “The World of Agatha Christie”, um quebra-cabeça com referências a vários clássicos da Rainha do Crime:

São 1000 peças que, juntas, fazem alusão a livros como Morte no Nilo e Assassinato no Expresso do Oriente e momentos da vida da autora.

A própria Christie aparece no centro da imagem, diante de sua inseparável máquina de escrevera e rodeada pelos detetives Poirot e Miss Marple.

Leia mais diretamente no blog:
https://literaturapolicial.com

Veja na Amazon clicando aqui.

E nem é o primeiro, veja este de 600 peças:
Agatha Christie The Plymouth Express Jigsaw Puzzle

Leia também:
O presente especial de Agatha Christie para o neto Mathew

David Suchet: Novo cavaleiro da Ordem do Império Britânico

O ator David Suchet, nosso icônico Poirot, virou cavaleiro da Ordem do Império Britânico em cerimônia em janeiro de 2022. As fotos são do Daily Mail (no link há também um vídeo):

https://www.dailymail.co.uk/tvshowbiz/article-10439257/
David-Suchet-arrives-Windsor-Castle-knighthood-investiture-ceremony.html

Ian McKellen: Um sinistro mordomo, 60 anos depois

Em seu perfil oficial no Facebook, Sir Ian McKellen conta sobre nova sua aparição nos teatros em 2021, nada menos que sessenta anos depois de atuar interpretando também um mordomo em sua estreia numa história baseada em “Café Preto”:

Em meu primeiro trabalho, no Belgrade Theatre Coventry, a companhia fazia uma peça diferente a cada quinze dias. Um deles foi “Black Coffee” de Agatha Christie, no qual interpretei o antigo e bastante sinistro mordomo, Tredwell [*].

Isso envolveu empoar meu cabelo jovem de branco e pintar algumas rugas em meu rosto com um andar vacilante, tomando cuidado para não estragar o café envenenado que mata meu patrão.

60 anos depois, estou me repetindo, desta vez em uma peça muito superior e mais divertida. Espero que, com a cabeça raspada e bigodes falsos, eu seja um velho mais convincente.

[*] Treadwell, no original.

A peça nova, em cartaz em outubro e novembro de 2021, como Firs:

https://theatreroyalwindsor.co.uk/thecherryorchard/

Mais sobre a carreira de Sir Ian:
https://en.wikipedia.org/wiki/Ian_McKellen

A postagem original:

A Boneca da Modista: Uma questão de derrière

Hoje em dia a palavra “bunda” não escandaliza ninguém, mas ela não é comum na literatura de Agatha. O trecho selecionado é do conto “A Boneca da Modista”, incluído no livro “Os Últimos Casos de Miss Marple”. Aparece na página 120 da edição da L&PM, com tradução de Pedro Gonzaga.

Entre Facas e Segredos: Duas sequências em breve

Uma matéria do site NeoFeed, que fala sobre os valores milionários pagos aos astros no streaming e sobre as novas estreias previstas, conta sobre as continuações previstas para o filme “Entre Facas e Segredos”:

A batalha entre cinema e streaming atinge também os atores. Mais precisamente, os bolsos dos astros. Tanto para o bem, no caso do recente contrato milionário de Daniel Craig com a Netflix, para estrelar duas continuações de “Entre Facas e Segredos”.

(…) A Netflix pagou cerca de US$ 450 milhões pelos direitos de realizar duas continuações de “Entre Facas e Segredos”, deixando para trás a Apple e a Amazon, que também estavam no páreo. Na época da compra, analistas do mercado apontaram que só mesmo uma gigante do streaming teria condições de pagar soma tão astronômica por esses direitos.

Enquanto a receita anual da Netflix atingiu US$ 25 bilhões no ano passado, a Lionsgate, o estúdio responsável pela distribuição de “Entre Facas e Segredos” (com renda mundial de US$ 311,4 milhões), teve uma receita de US$ 3,89 bilhões – aproximadamente seis vezes menor que a da Netflix.

Leia a matéria completa clicando aqui.

Post relacionado – Relembre o primeiro filme, inspirado em histórias de detetive:
Entre Facas e Segredos: A influência de Agatha

Winterbrook House: Quem deseja comprar uma casa de Agatha?

Tem casa de Agatha à venda… alguém tem uma graninha aí para desenbolsar?

The house where Dame Agatha Christie wrote some of her most famous crime novels is up for sale with a guide price of more than £2.75m.

The creator of fictional sleuths Hercule Poirot and Miss Marple moved into Winterbrook House in Wallingford, Oxfordshire, in 1934.

She lived at the Grade II-listed property, which comes complete with a blue plaque, until her death in 1976.

The current owners described it as a “wonderful family home”.

Leia mais no site da BBC e veja outras fotos:
https://www.bbc.com/news/uk-england-oxfordshire-56774074

Chamem o Poirot: Roubos intrigam ilha italiana

A matéria tem o sugestivo título de “Como um mistério de Agatha Christie. Roubos intrigam pequena ilha italiana (e todos os habitantes são suspeitos)”:

Dezenas de roubos meticulosamente planeados numa ilha remota estão a intrigar as autoridades. Num mistério semelhantes aos romances policiais de Agatha Christie, todos os habitantes são suspeitos.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, os três polícias de Capraia, uma ilha remota em Toscana, Itália, tem um mistério por resolver em mãos e precisam de encontrar os culpados entre a população de cerca de 400 habitantes.

A maior parte dos roubos, de casas e lojas, ocorre durante o inverno, quando os visitantes se ausentam da ilha, que fica mais perto da Córsega do que da Itália continental e só é acessível por barco, se o tempo permitir.

No incidente mais recente, os ladrões desativaram a câmaras de vigilância de uma tabacaria antes de retirar 60 mil euros do cofre.

Leia a história completa clicando aqui.

Map Back: Mapas para os leitores de Agatha

As fotos abaixo, publicadas por Dilson Filho no grupo Agatha Christie Brasil no Facebook, são de uma antiga coleção americana de livros policiais, “Dell Publishing” (que também publicava livros de outros autores), na qual esses mapas eram acrescentados no verso dos livros. Segundo Dilson, a Dell lançou essa coleção intitulada “Map Back” justamente pelo fato de apresentar os mapas no verso dos livros entre os anos 1940 e 1950.

Estadão: Agatha Christie na capa do jornal em 27.12.2020

Fonte: perfil oficial do Estadão no Twitter.

Link para a matéria (para assinantes): clique aqui.

Um trecho:

(…) Quem cresce numa casa de leitores, como Luis Krausz, mais cedo ou mais tarde vai ser desafiado por um livro na estante. Aconteceu com ele, e aconteceu com Sofia Fecchio, de 13 anos. Sempre que passa, ele está lá, chamando… “É um livro com vários contos de mistério de Edgar Allan Poe (1809-1849). Olho para ele quase todos os dias. Já tentei ler, mas ainda acho um pouco difícil”, conta a garota que tem uma lista dos próximos livros que quer ler – e ela tem das sagas contemporâneas de Harry Potter e Percy Jackson a tudo o que Agatha Christie (1890-1976) escreveu.

A rainha do crime, aliás, é sua paixão atual. Começou por E Não Sobrou Nenhum e Os Elefantes Não Esquecem. Com o dinheiro que ganhou dos avós no Dia das Crianças, comprou um Kindle e espera economizar com os e-books – para poder comprar mais e mais títulos. (…)