Baseado em Agatha: Harper’s Island

Harper's Island

Harper's Island

No Brasil, “Harper’s Island” é exibida pelo canal pago A&E, às quartas-feiras no horário das 21h. O Yahoo trouxe matéria falando da série que, segundo consta, tem inspiração direta num dos mais famosos livros de Agatha Christie, “O Caso dos Dez Negrinhos”:

Uma ilha isolada parece ser o cenário ideal para o casamento dos sonhos, se não fosse o fato de uma série de assassinatos ter acontecido por lá há sete anos. Parece até trama dos romances policiais de Agatha Christie. Parece – e é. Inspirada no livro O Caso dos Dez Negrinhos, o seriado Harper’s Island (Ilha dos Harper) narra a história desses convidados que chegam à ilha e se deparam com uma nova série de homicídios.

Em cada um deles é feita uma vítima e, seguindo a cartilha de Agatha Christie, apenas no último episódio será revelado quem é o assassino e qual relação desses crimes com os anteriores.

Leia mais a respeito clicando aqui.

Site oficial:
http://www.cbs.com/primetime/harpers_island/

Anúncios

Citando Agatha – Semana de 18 a 24.05.2009

Este post pertence à nossa série – publicada sempre às terças – de posts que abrangem um resumo (de alguns) dos blogs que citaram Agatha Christie durante a semana anterior, a fim de registrar, periodicamente, parte desta enormidade de sites que falam, por um motivo ou por outro, sobre a Dama do Crime. Neste post, citações de blogs em português de 18 a 24.05.2009.

19.05.2009
Blog: Pequenas bobagens e outros passatempos…
Post: Memory land, Agatha Christie e uns moçoilos cabeludos brigando de espadas…

Por algum motivo bizarro eu recordei da minha coleção de livros da Agatha Christie, talvez a única coleção que eu já tenha tido, e que me transformou por muito tempo em rata de sebos, guiada pela ânsia de ter todos os seus livros publicados em português…

A inspiração inadequada

Infelizmente, algumas pessoas procuram justificar seus erros colocando a “inspiração” em alguma obra, notícia ou situação sobre a qual leu ou ouviu falar. Veja este caso de uma assassina em série no Irã, e veja que a infeliz crueldade escolhida (asfixia) nem ao menos combinava com os livros da Dama do Mistério (e, como o crime não compensa e um dia acabará sendo descoberto, a autora acabou sendo presa por transgressões ao trânsito…):

A polícia iraniana acredita ter prendido a primeira mulher a cometer assassinatos em série no país. Segundo o jornal britânico “The Guardian”, a suspeita, que tem 32 anos, revelou ter se inspirado em romances policiais escritos por Agatha Christie.

Mahin, como foi identificada, é acusada de matar seis pessoas em uma cidade próxima da capital iraniana. A polícia alega que ela confessou ter escolhido cuidadosamente suas vítimas, a maioria mulheres mais velhas. Ela tentava não deixar nenhuma evidência dos crimes.

Sua motivação, segundo reportagem do “Guardian” era financeira, para sanar dívidas acumuladas. Ela matava as vítimas asfixiadas e roubava tudo o que elas tinham com elas.

Leia mais clicando aqui. Desnecessário dizer que as obras de Agatha Christie são todas ficcionais, e que “A Casa Torta” não compactua com qualquer inspiração mal intencionada a respeito das obras da autora… 🙂

A Ratoeira, 57 anos

Um clássico que atravessa gerações

Um clássico que atravessa gerações

O leitor Paulo Ferreira deixou um comentário aqui no blog a respeito da exibição de A Ratoeira em Londres. No site do fórum Mistério Juvenil há uma matéria a respeito de sua ida a esta duradoura montagem de Agatha, com ilustrações em torno da apresentação que ele assistiu, de número 23.522, em 08 de maio de 2009.

Clique no link abaixo para ler o texto de nosso visitante a respeito do teatro St. Martin’s Theatre (onde vem sendo montada desde 1974), da montagem e suas fotos tiradas no local:

http://misteriojuvenil.com/forum/viewtopic.php?t=2724

Agradeço a Paulo Ferreira pela dica.

Agatha sorri… ou não

Será ela mesmo ?

Será ela mesmo ?

Como nem tudo é (literalmente) lindo na vida dos famosos, até Agatha Christie tinha seus problemas… dentários. Pelo menos é o que afirma o livro “Histórias de Mulheres”, de Rosa Montero, publicado em 2008 pela Editora Agir, que conta, na página 31:

Agatha Christie quase nunca está rindo abertamente em suas fotos; tinha dentes ruins e sempre foi muito consciente de sua aparência.

Na página 38, a escritora acrescenta:

Falsificava seu sorriso sem dentes e, a partir dos 63 anos, tentou evitar qua a fotografassem: inquietava-se ao ver-se como era, sua imagem mutável e progressivamente envelhecida, e não a pulcra estática imagem de grande dama que ela cultivava em seus retratos publicitários.

Citando Agatha – Semana de 11 a 17.05.2009

Este post pertence à nossa série – publicada sempre às terças – de posts que abrangem um resumo (de alguns) dos blogs que citaram Agatha Christie durante a semana anterior, a fim de registrar, periodicamente, parte desta enormidade de sites que falam, por um motivo ou por outro, sobre a Dama do Crime. Neste post, citações de blogs em português de 11 a 17.05.2009.

14.05.2009
Blog: Cinéfilos
Post: Anjos e Demônios e outras histórias (por Felipe Maia)

(…) Tudo acontece muito rápido e não há tempo para respostas, mas vale brincar de detetive. Brown tem referências que vão de Simbologia a Astrofísica. Mais ou menos jogadas, as mais contundentes são de Conan Doyle e Agatha Christie: Anjos e Demônios é uma trama bem enredada e confusa. Só supera as aventuras de Holmes ou Poirot pelas fantásticas locações do Vaticano e pelos efeitos especiais muito bem utilizados.

15.05.2009
Blog: Biblioteca da Lu
Post: Agatha Christie – a Rainha

(…) Ler os livros da Agatha Christie me fazem sentir em Londres, embora eu nunca tive a oportunidade de viajar para lá. Mas sinto como se soubesse exatamente o que é ser uma inglesa e ter o chá das cinco como hábito diário. Sinto até o cheirinho do chá e o gosto dos bolinhos! E quando um autor consegue fazer isso com o seu leitor, creio que é porque seja competente.

Sobre uma das maiores editoras de Agatha

Edição de luxo e recente da Nova Fronteira, com capa dura

Edição de luxo e recente da Nova Fronteira, com capa dura

Uma matéria do site Portugal Digital fala a respeito da possível compra da tradicionalíssima Editora Nova Fronteira pelo Grupo Leya, um dos grandes de Portugal, que ainda está na fase dos boatos. Agatha Christie é citada na matéria como um dos grande autores da editora onde, como sabemos, Agatha teve inúmeras de suas obras editadas em português:

A assessoria da Editora Nova Fronteira, no Rio de Janeiro, informou, nesta quarta-feira (13), que as negociações para a venda de 50% das ações da editora para o Grupo Leya, um dos maiores na área de livros em Portugal, continuam de pé, mas ainda não foram fechadas.

A fonte não acrescentou informações às que já circulam na imprensa e no meio literário sobre o negócio, nem anunciou uma data provável para que a transação seja concretizada.

(…) Entre os escritores estrangeiros, além dos vencedores do Nobel, destaque para Virginia Woolf, Marguerite Yourcenar, Ítalo Svevo, Erza Pound, Dino Buzzati e a grande dama da literatura policial, Agatha Christie.

Leia o texto completo clicando aqui.